Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Fórum do Futuro convoca reflexão internacional sobre o destino da Humanidade
11-10-2017
Mais de 40 convidados de todo o mundo participam no Fórum do Futuro que, entre 5 e 11 de novembro, lança no Porto a reflexão sobre as questões que hoje mais agitam a estabilidade do Planeta. Nomes destacados das ciências, da filosofia ou das artes participam nas conferências, que têm entrada gratuita e acontecem em variados espaços da cidade.

Filosofia, ciência, arte, mas também natureza, amor e tecnologia são apenas alguns dos temas que se irão cruzar ao longo de sete dias, "explorando as várias possibilidades de reflexão crítica sobre o impacto da nossa ação sobre o Planeta", apontou Guilherme Blanc, adjunto do presidente da Câmara para a Cultura, na apresentação da programação do Fórum do Futuro, esta manhã, no Rivoli.
 
Contando entre os vários parceiros com a Casa da Música, a Fundação de Serralves e a mala voadora, o Pelouro da Cultura escolheu dedicar a quarta edição do Fórum do Futuro à "Terra Eléctrica". Abre assim o pensamento e o debate "ao tema mais importante do mundo de hoje", como considerou Rui Moreira, que falou do papel do Homem sobre a Terra e seus recursos finitos para evidenciar quer a atualidade da temática quer o investimento da autarquia no "esforço suplementar para internacionalizar" o Fórum do Futuro.
 
Com um orçamento de 155.000 euros, o evento conta não só com 43 convidados de vários países, mas também com a presença de jornalistas internacionais. Além disso, sobe de 22 para 26 o número de sessões e alarga-as a novos espaços como o Coliseu, o Palácio do Bolhão, o Museu de História Natural e Ciência da Universidade do Porto e a Faculdade de Belas Artes, além dos já habituais Rivoli, Serralves, Teatro Nacional São João, Casa da Música e mala voadora.



Os temas são inúmeros e variados, desde questões sociológicas nas novas conceções de cidade (Richard Sennett com Gareth Evans) à questão de género (Genesis Breyer P-Orridge dos Psychic TV com Stanley Schtinter) ou à extinção humana voluntária (Les U. Knight com Vânia Rodrigues), passando pela análise da violência na sociedade (Steven Pinker com José Pacheco Pereira) ou ainda pelas recentes descobertas científicas sobre o universo (David Shoemaker, porta-voz do LIGO Scientific Collaboration, projeto galardoado este ano com o Nobel da Física, com Orfeu Bertolami).

A programação, que pode conhecer pormenorizadamente aqui, inclui também uma exposição do projeto associado happy together 3, a exibição do premiado documentário "Two Years at Sea" de Ben Rivers sobre um homem autossuficiente que vive no meio da floresta, um concerto da banda repleta de pulsões multiculturais Flamingods, uma performance do "walking artist" Hamish Fulton e, ainda, três noites para adultos com o Club Ecosex - uma instalação/performance que convoca o público a "libertar os desejos ecológicos mais secretos" numa experiência erótico-ecológica com plantas, terra e criaturas vivas.