Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Fórum do Futuro chega ao Porto
22-10-2015

Foi apresentado esta quinta-feira, no Teatro Municipal Rivoli, o programa do Fórum do Futuro 2015, evento que vai decorrer na cidade do Porto entre 4 e 8 de novembro e que tem como tema central a Felicidade.


Depois de uma primeira edição em 2014, o festival que pretende inscrever a cidade do Porto no mapa internacional de divulgação do pensamento contemporâneo, volta a ser ponto de encontro de autores e interlocutores de experiências e visões singulares, em diversas áreas.


Na apresentação do programa, que vai reunir 59 participantes em 20 sessões, o vereador da Cultura da Câmara do Porto, Paulo Cunha e Silva, referiu-se ao Fórum Económico Mundial para explicar a ambição de transformar o Porto no centro da discussão sobre o futuro "numa perspetiva que convoque o conhecimento nas suas múltiplas valências".


O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, destacou que o Fórum do Futuro "era uma promessa eleitoral" e que "o futuro é uma inevitabilidade" com a qual todos contam. "A cultura é um condimento essencial na construção da felicidade", destacou o autarca.


Com um orçamento de 125 mil euros, "financiados em 100 mil euros por vários patrocinadores", o evento acolhe, no teatro Rivoli, o prémio Nobel da Física John Mather (dia 4), o professor de marketing Aaron Ahuvia (dia 5), o arquiteto português Eduardo Souto Moura (dia 5), a ex-atriz de filmes para adultos e agora artista Sasha Grey (dia 5) e o filósofo Giles Lipovetsky (dia 7).


O músico Paul Griffiths (dia 6) assinala a participação da Casa da Música no evento, numa sessão intitulada "A música como caminho para a felicidade. Haverá um final feliz?".


O fotógrafo Wolfgang Tillmans apresenta-se no auditório do Museu de Serralves, no dia 4, na pré-abertura do Fórum do Futuro.


O Teatro Nacional de S. João, outra das instituições parceiras do evento, recebe no dia 7, a conferência "Teatro(s) da felicidade", que inclui um excerto de O Tio Vânia, de Anton Tchékhov e intervenções de Pedro Mexia e Nuno Carinhas.


A estes nomes somam-se o cientista Alexandre Quintanilha, Mirko Zardini, "curador de arquitetura" que "vai falar sobre os arquivos como lugar de consciência" e a performance-conferência de Rikrit Tiravanija.


"O corpo e a temperatura da felicidade" é um espetáculo da violinista Ianina Khemlik, que no dia 6, vai ter a atuação monitorizada por sensores de calor.


Programação completa disponível em www.forumofthefuture.com