Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

FLUP lidera criação da primeira Enciclopédia do Românico em Portugal
26-02-2018

A Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) vai liderar o primeiro compêndio de conhecimento do Românico em Portugal. O projeto é apresentado no dia 28 de fevereiro, pelas 16 horas, numa cerimónia pública.


O movimento artístico Românico, que reinou em Portugal e no resto da Europa entre os séculos XI e XIII, vai ser objeto de uma coletânea de textos que tem como principal objetivo inventariar e descrever o conhecimento existente, nomeadamente por meio de testemunhos e especialistas na matéria, incluindo investigadores e professores universitários.

A Enciclopédia do Românico em Portugal é o nome do projeto, liderado pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) e cujo desafio partiu da Fundação Santa María la Real (FSMLR). Esta instituição espanhola vem desenvolvendo, desde há várias décadas, a Enciclopédia del Românico, uma obra única para o conhecimento da Arte Românica na Península Ibérica e que conta já com um total de 52 volumes publicados.

A iniciativa estende-se agora a Portugal, através de um projeto liderado pelo Departamento de Ciências e Técnicas do Património da FLUP e financiado pela Fundación Ramón Areces, sendo que a Enciclopédia do Românico em Portugal será incorporada na Enciclopédia del Românico.

Na elaboração deste primeiro compêndio de conhecimento do Românico em Portugal vão também colaborar organismos como a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), a Direção Regional da Cultura do Norte, o Secretariado dos Bens Culturais da Igreja e a Rota do Românico.

Os professores da FLUP Lúcia Maria Cardoso Rosas, Maria Leonor Botelho e Mário Jorge Barroca serão os coordenadores científicos deste trabalho, cuja apresentação é feita nesta quarta-feira, pelas 16 horas na Sala de Reuniões 1 da FLUP. Na ocasião, serão também assinados os protocolos de cooperação que envolvem as várias entidades que participam na iniciativa.