Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Flash mob chamou a atenção para a luta do Porto pela erradicação da Sida
02-12-2019
Um flash mob alertou para o Dia Mundial de Luta Contra a Sida, assinalado com várias ações frente à Reitoria da Universidade do Porto durante a tarde deste domingo, e chamou a atenção para a estratégia "Porto, Cidade Sem Sida".

Aquela atividade fez parte de um conjunto de iniciativas que decorreram também na Praça dos Leões, onde a unidade móvel CAD - Centro de Aconselhamento e Deteção do VIH/Sida realizou atividades de rastreio e aconselhamento.

Ainda no âmbito da efeméride, e como forma de chamar a atenção, as fachadas de três edifícios de diferentes zonas da cidade estiveram iluminadas de vermelho durante o fim de semana, designadamente as do Centro Hospitalar Universitário do Porto (Hospital de Santo António), da Unidade de Saúde da Carvalhosa (Boavista/Cedofeita) e da Unidade de Saúde de Vale Formoso (Paranhos).

O programa inscreveu-se na estratégia "Porto, Cidade Sem Sida", que envolve a Câmara do Porto e várias outras entidades, e marcou assim a data com a sensibilização pública para o combate à doença, à proliferação do VIH e também à estigmatização de quem está infetado ou é portador.

Prevenção e sensibilização foram as palavras de ordem na celebração da data, mas continuam a ser pois a campanha "Porto, Cidade Sem Sida" tem metas a atingir, no âmbito da iniciativa Fast Track Cities - "Cidades na Via Rápida para Acabar com a Epidemia VIH", sendo prioridade acabar com a epidemia até 2030.