Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Finais de tarde com entrada livre para o público no curso dos Colectivos Pláka
23-07-2018

Começa já nesta terça-feira o primeiro curso dos Colectivos Pláka, que inclui sessões de entrada livre para o público ao fim da tarde, até sexta-feira, no Palácio dos Correios.


"The Time(s) of Contemporaneity" é o tema central desta iniciativa, que tem tutoria da historiadora e crítica de arte Claire Bishop (colaboradora regular da Artforum e professora no Graduate Center da Universidade de Nova Iorque) e do filósofo e também crítico de arte Nuno Crespo (diretor da Escola das Artes da Universidade Católica).

Com workshops exclusivos para os participantes, entre as 15 e as 18 horas, o curso abre as portas ao público a partir das 18,30 horas, permitindo assim um acesso livre ao espaço de reflexão e discussão sobre a ideia de contemporaneidade.

Na primeira tarde, sob o tema "Hospitality / Slow Time", a convidada é Isabel Lewis, artista dominicana residente em Berlim e cuja prática artística cruza crítica literária, dança, coreografia e cultura pop.

Na quarta-feira, os dois tutores do curso dão um workshop sobre "Historicity", sendo a sessão pública da responsabilidade de Claire Bishop.

No dia seguinte, "A época pós-colonial e a diáspora" são tema para uma conversa da jornalista Joana Gorjão Henriques (que escreve no "Público" acerca de temas ligados aos direitos humanos) com o rapper e ativista Flávio Almada, membro da Plataforma Gueto, Movimento Social Negro, que apresentará depois uma performance na sessão aberta ao público.

"Timing specificity" é o tema do último dia do curso e inclui um workshop de Claire Bishop com Tania Bruguera, "artivista" cubana de projetos sociais de longa duração, que apresentou o seu trabalho no MoMA, no início de 2018. Será ainda Tania Bruguera a reponsável pela última sessão aberta ao público, no final dessa tarde.

O curso "The Time(s) of Contemporaneity" é o primeiro de um conjunto de grupos de reflexão a promover pelos Colectivos Pláka durante este ano, estando previstos "Politics of survival: espírito, matéria e futuro", com tutoria de Carlos Costa, Gabriela Vaz-Pinheiro e Jorge Palinhos (coletivo Visões Úteis), e "To school out of school", com tutoria de Ana Rocha e André Sousa.

Os Colectivos Pláka são um dos vários projetos da plataforma PLÁKA, que sistematiza a política da Câmara do Porto para apoio à prática artística contemporânea.