Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Fim de semana dos Reis com música em várias salas
02-01-2018
No primeiro fim de semana de 2018, a música apresenta-se em diferentes salas do Porto. Entre concertos do Ano Novo e dos Reis, há também ópera e cantares das Janeiras. Tome nota de algumas das propostas. 


Concerto de Ano Novo na Casa da Música | 5 de janeiro, às 21 horas

É com as mais célebres valsas, polcas e marchas da dinastia Strauss que a Casa da Música dá as boas-vindas a 2018. No ano em que a instituição apresenta como país-tema da sua programação a Áustria, compete a uma das suas formações residentes, a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, interpretar um concerto dirigido pelo maestro japonês Takuo Yuasa.
Sobre esta audição, destaca a CdM: "Há no ar um toque de exotismo vindo da Pérsia, de Espanha e da Rússia, a sensação de mistério e aventura vinda do Oriente, a graciosidade e elegância de peças tão famosas quanto a Polca Pizzicato ou o Danúbio Azul". A completar, conte-se com a "sofisticação das orquestrações e o rodopio imparável das valsas".
Mais informação e bilhetes AQUI.

Concerto de Ano Novo no Coliseu Porto | 6 de janeiro, às 21,30 horas

Da parceria artística entre o Coliseu Porto e a Orquestra Metropolitana de Lisboa resulta um Concerto de Ano Novo ao som de Johann Strauss II, Tchaikovsky e Dvo'ák e de algumas das mais belas melodias de sempre interpretadas.
O espetáculo permite a audição de doze peças conhecidas, interpretadas pela OML sob a direção do maestro polaco Sebastian Per?owski. Como salienta o Coliseu Porto, celebra-se a rigor o Novo Ano com polcas, marchas, valsas, danças rústicas e de contos de fadas.
Conheça o programa e informações de bilheteira AQUI.

Ópera de Benjamin Britten no Teatro Nacional São João | 5-7 de janeiro

A programação do novo ano do TNSJ arranca com a mais recente produção de ópera do Teatro Nacional de São Carlos: "The Rape of Lucretia" de Benjamin Britten, compositor britânico que no pós-Grande Guerra ousou renovar os cânones operáticos. A obra, com libreto de Ronald Duncan, tem a particularidade de contar com duas personagens coletivas (um coro feminino e outro masculino) que "comentam a ação numa perspetiva cristã, introduzindo-nos na narrativa sobre a castidade de Lucrécia, violada por Tarquínio, o filho do tirano que governa a Roma pagã" - lê-se no website do São João.
A direção musical é de João Paulo Santos e a encenação de Luís Miguel Cintra. Com "The Rape of Lucretia", ao TNSJ regressa não só a ópera, mas também "um compositor que dialoga com as mais altas tradições operáticas, introduzindo-lhes sinais de uma profunda originalidade".
Mais informação sobre a produção, horários e bilhetes AQUI.

Concerto de Reis na Torre dos Clérigos | 6 de janeiro, às 21 horas

No sábado a Torre dos Clérigos recebe um Concerto de Reis. O programa integra obras de origem nacional e estrangeira, incluindo música sacra/espiritual, popular/tradicional e vários temas de Natal conhecidos. A iniciativa tem um caráter solidário, revertendo as receitas a favor da Associação Vida Norte e do Grupo de Ação Social do Porto.
Organizado pela Irmandade dos Clérigos do Porto, Universidade do Porto (Alumni/Voluntariado) e Porto Business School, o concerto inclui a atuação de dois grupos corais: Leading Voices (Coro da Porto Business School) e Coro Experimental dos Antigos Orfeonistas da U.Porto.
A reserva de lugares deve ser feita antecipadamente mediante o pagamento de um donativo. Reservas e donativos AQUI.

Cantar as Janeiras na Reitoria da U. Porto | 5 de janeiro, às 18,00 horas

É um dos exemplos das muitas atuações pela cidade. Na Reitoria, os cantares tradicionais dos Reis estarão a cargo do Núcleo de Etnografia e Folclore da Universidade do Porto.
Nesta apresentação, serão escutados "cantares e extratos de um auto tradicional de cariz jocoso e refinada crítica social".
A entrada é livre.