Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Filmes checos venceram o Festival IndieJúnior
03-02-2020
Dois filmes de animação checos arrebataram os dois primeiros prémios do IndieJúnior Allianz - 4.º Festival Internacional de Cinema Infantil e Juvenil do Porto, que terminou ao fim do dia de ontem no Teatro Rivoli.

A escolha do público recaiu sobre "O Papagaio de Papel / The Kite", uma animação de Martin Smatana (República Checa), que lida com a questão da morte, mas de uma forma metafórica simples e simbólica através da relação entre um menino e o seu avô. O filme explica que nenhum de nós está aqui para sempre e que todas as criaturas que vivem também morrem, mas mostra também que a morte não significa o fim da nossa viagem. 

Por sua vez, o Júri Oficial da Competição Internacional decidiu atribuir o Grande Prémio IndieJúnior Allianz à animação "Brincar às Escondidas / Hide ?n' Seek", de Barbora Halírová, também da República Checa, uma animação repleta de ideias criativas e aspetos estéticos, narrativos e sonoros, que possibilita uma viagem no tempo, inventiva, sensível e poética.

A Menção Honrosa foi atribuída a "O Ninho / Nest", da alemã Sonja Rohleder, em virtude dos "aspectos visuais imersivos e hipnóticos associados a um movimento poético que resultam num bonito retrato da sedução".

Já o Júri Escolas escolheu como Melhor Filme "A Extraordinária Viagem de Marona / L'extraordinaire Voyage de Marona", de Damian, Bélgica, e atribuiu a Menção Honrosa desta categoria "Ele não consegue Viver sem o Cosmos / He can't live without cosmos", do russo Konstantin Bronzit.

A 4.ª edição do IndieJúnior decorreu ao longo de uma semana em diferentes espaços da cidade, apresentando o cinema infantil e juvenil mais criativo e original que se faz pelo mundo fora, incluindo uma competição internacional de longas e curtas metragens, com cerca de 50 filmes recentes (ficções, documentários e animações).