Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Feira do Livro junta cinema e arte contemporânea aos debates e spoken word num intenso programa cultural
23-08-2017
A pouco mais de uma semana de abrir, a Feira do Livro do Porto tem tudo para se constituir como mais um importante evento cultural do ano, sob a inspiração de Sophia de Mello Breyner Andresen.

A homenagem à grande poeta portuguesa, debates e sessões de spoken word comissariados por José Eduardo Agualusa e Anabela Mota Ribeiro, um ciclo de cinema e uma exposição de arte contemporânea integram a programação da Feira do Livro do Porto que começa dentro de uma semana nos renovados Jardins do Palácio de Cristal.

Entre os dias 1 e 17 de setembro, aos habituais lançamentos e apresentações de livros, juntam-se encontros com escritores, conversas com importantes convidados nacionais e estrangeiros, bem como teatro, filmes, música e exposições, numa vasta oferta educativa e de animação que fará do maior evento literário da cidade também um importante acontecimento cultural.

Tomando a escrita de Sophia como exemplo para abrir novos horizontes, o evento - que desde há quatro anos é organizado diretamente pela Câmara do Porto e que se instalou definitivamente nos Jardins do Palácio de Cristal - vai, assim, cruzar diversas expressões da cultura com a escrita, a leitura e o universo literário de Sophia. Será, além disso, oportunidade para reavivar a sua obra na cidade onde nasceu e cuja paisagem sempre a inspirou, potenciando novas relações com o livro.

A colocação de uma placa que atribui a Sophia de Mello Breyner Andresen uma das icónicas tílias daquele espaço, à semelhança do já realizado em anos anteriores com outros vultos das letras, será um dos pontos altos desta Feira do Livro, onde haverá vários outros momentos dedicados à poeta.

Na Galeria Municipal do Porto, localizada nos Jardins do Palácio de Cristal, será inaugurada a exposição de arte contemporânea "Quatro Elementos", que faz também ligação às temáticas do universo literário de Sophia. O mesmo se aplica a outra exposição que alia a grandeza poética da autora homenageada à força pictórica das imagens de Graça Morais e Júlio Resende: "O Anjo de Timor e outras histórias - ilustrações para Sophia".

Com os jardins e espaço da Feira a acolherem inúmeras atividades de animação, o Programa Cultural vai desenrolar-se na Biblioteca Municipal Almeida Garrett e respetivo auditório. Aí decorrerá um conjunto de oito debates programados pelo escritor luso-angolano José Eduardo Agualusa, que têm por objetivo estimular um Porto de Ideias e de encontro entre escritores e pensadores de relevância internacional, promovendo o papel da literatura enquanto catalizador da reflexão para o futuro.

Por sua vez, a escritora e jornalista Anabela Mota Ribeiro assume a programação das sessões de spoken word (quatro) e das lições (seis), tomando como farol a escritora e artista plástica Ana Hatherly para explorar os vários alcances da palavra e evocar desde Clarice Lispector a Saramago, de Tarkovski a Carlos Drummond de Andrade, de David Mourão-Ferreira a Sophia.

Além de várias sessões de cinema, numa programação da Medeia Filmes, as propostas paralelas da Feira do Livro 2017 incluem também eventos especiais em que convidados de diferentes áreas contribuirão para debater, refletir e evocar Agustina Bessa-Luís, António Nobre, Óscar Lopes, Fernando Pessoa e, mais uma vez, Sophia de Mello Breyner Andresen. E é ainda a grande homenageada da Feira do Livro deste ano que servirá de mote a muitas das ações do programa educativo, que contempla oficinas para adultos e crianças, Bebeteca, Hora do Conto, dança, jogos e outras atividades.

Consulte a programação completa e descarregue-a para o seu equipamento, no Jornal da Feira do Livro.