Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Feira do Livro homenageia Eduardo Lourenço numa edição que terá como comissário Nuno Artur Silva
15-04-2019
O Professor jubilado, filósofo e ensaísta Eduardo Lourenço foi escolhido como o autor a homenagear pela edição deste ano da Feira do Livro do Porto, que terá o escritor Nuno Artur Silva como comissário.

Com a decisão de distinguir Eduardo Lourenço, o festival literário do Porto, que regressa aos Jardins do Palácio de Cristal entre os dias 6 e 22 de setembro, estará assim focado num dos nomes maiores do pensamento português, caracterizado por ser "portador de um olhar sempre diferente e inquietante sobre os problemas de que se ocupa", pela "pluralidade de interesses" e pela "imensidão de uma cultura que não se entrincheira em redutos de erudição", como descreveu Eduardo Prado Coelho.

Eduardo Lourenço, que completa 96 anos a 23 de maio, lecionou em universidades portuguesas, brasileiras, alemãs e francesas, ao mesmo tempo que mantinha intensa atividade entre a crítica literária e a escrita ensaística, sendo autor de meia centena de obras.

A ligação ao Porto ganhou-a desde muito cedo pois, apesar de nascido em São Pedro de Rio Seco, no concelho de Almeida, veio passar os primeiros anos de vida na cidade do Porto. Por isso, segundo adiantou o escritor e filósofo em entrevista a Anabela Mota Ribeiro, as memórias mais antigas que tem de si e do mundo são precisamente da cidade do Porto, onde viveu tempos da infância que o marcaram para sempre de forma indelével: "As primeiras imagens que tenho da vida são do nevoeiro, das fábricas, do nevoeiro que atiravam as chaminés."

Entretanto, a missão de desenhar a homenagem a Eduardo Lourenço que a Feira do Livro do Porto vai concretizar neste ano foi entregue ao escritor, dramaturgo e argumentista Nuno Artur Silva. Autor de mais de uma dezena de livros, Nuno Artur Silva é fundador das Produções Fictícias e do Canal Q e ex-administrador da RTP, sendo referência do humor e da opinião crítica esclarecida, precisamente algo que tem em comum com Eduardo Lourenço.