Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Feira do Livro acaba hoje mas propõe ainda sessões com Mário de Carvalho e Luís Filipe Castro Mendes
23-09-2018

Mário de Carvalho, Ana Sofia de Carvalho e Luís Filipe Castro Mendes são três dos participantes nas sessões da Feira do Livro do Porto, que termina hoje o Palácio de Cristal mas propõe ainda exposições, concertos, cinema, atividades educativas para crianças e uma série de eventos de animação. Tudo com acesso livre.


O último dia do grande festival literário, que acaba às 21,30 horas, reserva muitas opções para variados gostos e idades. Começando pela envolvente dos jardins e das vistas sobre o Rio Douro, a que se associa a zona de alimentação, os 130 pavilhões da feira do Livro apresentam uma seleção de títulos muito diversa e a preços particularmente atrativos, sem esquecer a novidade das editoras alternativas e de pequena dimensão reunidas na "Cabine de Escalas".


Às 16 horas, a edição especial do ciclo Porto de Encontro leva ao Palácio de Cristal o poeta, diplomata a atual ministro da Cultura Luís Filipe Castro Mendes para uma conversa com o jornalista Sérgio Almeida, enquanto às 19 horas pode ficar a saber "Como nasce um romance?". A resposta é esperada da conversa inédita entre dois escritores, pai e filha: Mário de Carvalho e Ana Margarida de Carvalho, sob moderação de Inês Fonseca Santos.


Entretanto, há música de diferentes estilos a partir das 18 horas. Enquanto no exterior há jazz com os Axes, na Galeria Municipal podem ouvir-se obras de Filipe Pires, Álvaro Salazar e Rui Penha, no âmbito da imperdível exposição "Musonautas, Visões & Avarias: 1960-2010 - 5 décadas de inquietação musical no Porto", que propõe uma retrospetiva de cinco décadas de criação musical portuense nas suas diferentes expressões.


Ainda na Galeria Municipal, ali mesmo nos jardins do Palácio, é também hoje o último dia para duas outras exposições que não deve perder:


- em "Maio 68 - A Revolta em Cartazes" descobrirá uma seleção de 15 icónicos cartazes, produzidos na École de Beaux-Arts, que funcionaram como instrumento de difusão e propaganda dos ideais revolucionários;


- "Porto sentido de fora: Livros e guias de viagem de Portugal entre a Monarquia Constitucional e o Estado Novo (1820-1974)" parte de um "corpus" com mais de 300 obras, reunidas a partir de uma coleção particular e do acervo da Biblioteca Pública Municipal do Porto e pretende mostrar como o Porto foi sentido pelos autores dos livros e guias de viagens publicados no estrangeiro durante quatro períodos da História: Monarquia Constitucional, Primeira República, Ditadura Militar e Estado Novo.


Mesmo a fechar a programação da Feira do Livro, será exibida às 21,30 horas a última película do ciclo de cinema programado por António Costa e Guilherme Blanc: "Ata-me", do galardoado realizador espanhol Pedro Almodóvar.


Consulte os pormenores no Jornal da Feira do Livro e acompanhe o site oficial e a página no Facebook.