Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Faleceu Joaquim Sarmento, o mestre da Engenharia
11-04-2018

O engenheiro civil e professor jubilado Joaquim Augusto Ribeiro Sarmento faleceu ontem aos 101 anos. Reconhecido em 2017 pela Câmara do Porto com a Medalha de Mérito Grau Ouro da Cidade, o mestre da Engenharia teve uma exemplar carreira académica e profissional. A sua obra marca indelevelmente a paisagem urbana.


O Estádio do Futebol Clube do Porto (Estádio das Antas), os mercados de Matosinhos e do Bom Sucesso ou as igrejas do Carvalhido e das Antas são projetos do extenso currículo de Joaquim Sarmento, portuense nascido em 15 de dezembro de 1916.

Na sua juventude frequentou o Liceu Alexandre Herculano, os preparatórios do Curso de Engenharia Civil, na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, e do curso de Engenharia Civil da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), que concluiu em 1938/1939, com a classificação final de 17 valores.
No ano seguinte foi nomeado Segundo Assistente na FEUP. Em 1944 foi aprovado, por unanimidade, nas provas de doutoramento em Engenharia Civil, nesta Faculdade, onde logo em 1945 foi contratado como Primeiro Assistente. Ascendeu à categoria de Professor Catedrático Efetivo em 1968 e dirigiu a FEIP entre dezembro de 1973 e abril de 1974.

Exerceu os mais variados cargos na área da Engenharia e mesmo depois de jubilado, em 1986, continuou a participar em júris de provas de doutoramento em Engenharia Civil e em júris de concurso para lugares de professor extraordinário, na FEUP.

A sua carreira brilhante na área da Engenharia permitiu-lhe associar-se a institutos, associações e academias de prestígio e receber diversos galardões, tais como o Prémio de Investigação Manuel Rocha, do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (1987); Prémio Leonardo da Vinci do SEFI (Société Européenne pour la Formation des Ingénieurs), o qual foi concedido pela primeira vez em 2003 a um português; e a Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública (2005).

Como lembra a Universidade do Porto, Joaquim Sarmento foi o "mestre de várias gerações de engenheiros portugueses e nome maior da Engenharia de Estruturas em Portugal". Das suas aulas na FEUP, onde foi professor ao longo de quase meio século, "saíram alguns dos mais notáveis engenheiros portugueses formados entre as décadas de 1940 e 1980, incluindo dois vencedores do Outstanding Structure Award, o mais importante prémio internacional de Engenharia de Estruturas - António Segadães Tavares e José Mota Freitas".

Reconhecendo o seu inestimável papel na Universidade e no desenho da cidade, a Câmara do Porto homenageou-o no ano passado. Rodeado pela família, o decano dos engenheiros recebeu em casa, das mãos do presidente do Município, Rui Moreira, a Medalha de Mérito Grau Ouro da Cidade.

O funeral de Joaquim Augusto Ribeiro Sarmento realiza-se hoje às 14,30 horas, saindo da Igreja das Antas - uma das obras que nos deixa.