Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Exposição Photo Ark na Galeria da Biodiversidade prolongada até 29 de julho
30-04-2018

A National Geographic, em colaboração com a Universidade do Porto, decidiu prolongar a exposição Photo Ark até 29 de julho, devido ao forte interesse manifestado pelo público. Ao longo de seis meses, a mostra levou cerca de 50 mil pessoas à Galeria da Biodiversidade - Centro Ciência Viva, do Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto.


Photo Art é um projeto internacional do fotógrafo Joel Sartore, colaborador regular da National Geographic há mais de 20 anos, alimentado já por milhares de fotografias de espécies em perigo. No Porto é apresentada uma parte deste acervo, incluindo seis fotografias de espécies captadas em Portugal, no Jardim Zoológico e no CIBIO-InBIO - Centro de Investigação de Biodiversidade do Porto.

O leopardo-da-pérsia, o lobo-ibérico, a girafa-de-angola, a impala-de-face-negra, a lebre-ibérica e a serpente-rei-oriental juntaram-se, assim, a outras 40 espécies já presentes na exposição. Além das fotografias, a mostra é complementada com um vídeo de "behind the scenes" da sessão de Joel Sartore em Portugal.

Com Photo Ark, Joel Sartore quis assumir o compromisso de fotografar todas as espécies em cativeiro do mundo. O intuito é levar as pessoas a encantarem-se pela biodiversidade do nosso planeta e sensibilizar para a sua proteção. O projeto teve início em 2006 e, desde então, o fotógrafo já documentou 7.000 espécies.

Nos 250 m2 de exposição na Galeria de Biodiversidade estão patentes cerca de 50 fotografias, infografias e vídeos de espécies em perigo.