Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Exposição de Maria Trabulo e Pieternel Vermoortel abre na Galeria Municipal
06-06-2019
A Galeria Municipal do Porto inaugura neste sábado, pelas 16 horas, a exposição "Desertado. Algo que aconteceu pode acontecer novamente".

A exposição parte de um convite feito pela Galeria Municipal à artista Maria Trabulo, no seguimento da missão de desafiar artistas portugueses a desenvolverem projetos específicos para o Piso 1 (Mezzanine) deste equipamento, que fica localizado nos Jardins do Palácio de Cristal.

A artista, vencedora do prémio Novo Banco Revelação em 2018, foi assim levada a questionar o papel das ficções e "histórias" nas construções sociais e políticas contemporâneas, tema que tem vindo a explorar na sua prática artística, que se tem debruçado sobre processos políticos revolucionários no Médio Oriente.

O projeto expositivo - desenvolvido em colaboração com a curadora Pieternel Vermoortel, diretora artística da Netwerk Aalst e diretora do programa de curadoria FormContent - integra obras de outros artistas, assim como debates, exibições de filmes e uma performance.

Com este formato multidisciplinar, "Desertado. Algo que aconteceu pode acontecer novamente" propõe debater que lugar ocupam a arte e os artistas na participação social e política, convidando simultaneamente o público a participar e pensar estas questões.

No mesmo dia da inauguração, às 17 horas, decorre ainda uma apresentação da exposição com Maria Trabulo e Pieternel Vermoortel.

Entretanto, às 16 horas, é também inaugurada a exposição "De Outros Espaços", com curadoria de João Silvério e Pedro Gadanho, que dá continuidade à parceria entre a Galeria Municipal do Porto e a Fundação EDP, estando inserida na série "Perspetivas", na qual o MAAT - Museu de Arte Arquitetura e Tecnologia propõe abordagens temáticas à Coleção de Arte Fundação EDP.

As duas exposições são de entrada livre e poderão ser visitadas de 8 de junho a 18 de agosto de 2019, de terça-feira a sábado, entre as 10 e as 18 horas, e ao domingo entre as 14 e as 16 horas.