Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Exposição da PJ sobre a "Arte do Falso" abre as sugestões do fim de semana
10-10-2020

Mais de 200 quadros falsificados, apreendidos nos últimos 15 anos pela Diretoria do Norte da Polícia Judiciária (PJ), estão em exposição na Alfândega do Porto. "A Arte do Falso" reúne não só obras contrafeitas de nomes como Picasso, Júlio Pomar, Cesariny, Malangatana, Amadeo Souza Cardoso, como também objetos insólitos, que revelam a genialidade dos criminosos. De entrada gratuita, é precisamente por aqui que o "Porto." abre a porta às sugestões de fim de semana.


Entre falsificações de notas, guarda-chuvas que se transformam em armas, a quadros expostos em leilões de galerias de arte que tinham passado pelo crivo de especialistas, a exibição reserva muitas surpresas, entre elas uma máquina que teria o dom de curar as pessoas ao simples acender de umas luzes.

Inserida nas comemorações do 75.º aniversário da Diretoria do Norte da Polícia Judiciária, foi inaugurada nesta sexta-feira, na Alfândega do Porto, pelo diretor da PJ/Norte, Noberto Martins, na presença de várias personalidades, entre elas o diretor nacional da PJ, Luís Neves, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, o secretário de Estado Adjunto e da Justiça, Mário Belo Morgado, a secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, o presidente do conselho de administração da Alfândega do Porto, Mário Ferreira, e o diretor executivo da Alfândega do Porto, António Gouveia Santos.

As obras falsas expostas ao público foram sendo localizadas pelos inspetores da PJ, principalmente nas áreas urbanas de Lisboa e Porto, em galerias de arte, leilões, feiras, exposições e antiquários. Na mostra existe ainda um espaço dedicado aos mais novos, onde podem colher impressões digitais e compará-las em diferentes superfícies.

"A Arte do Falso" pode ser visitada gratuitamente de terça a domingo das 10 às 18 horas (entrada até às 17,30 horas), durante os próximos meses.

Aulas de exercício físico gratuitas

Neste fim de semana de outono que faz lembrar o verão, as propostas também passam pelo exercício do corpo e da mente. Siga na manhã deste sábado o Dias com Energia, que oferece aulas em quatro pavilhões da rede municipal, entre as 9,30 e as 11 horas. Pilates, ioga e tai-chi são as modalidades das quais pode usufruir (se fez inscrição prévia), no Ginásio da Escola Fontes Pereira de Melo, no Pavilhão do Lagarteiro, no Pavilhão da Escola EB 2/3 Nicolau Nasoni e no Pavilhão da Escola EB 2/3 do Viso.

No mesmo registo, o Domingos em Forma proporciona, entre as 10 e as 11 horas, uma sessão de aquecimento no Pavilhão do Lagarteiro, seguindo-se uma caminhada pelos percursos do Parque Oriental da Cidade do Porto. Todas as aulas são gratuitas, mas a inscrição obrigatória, sendo que o número de vagas varia consoante o local.

Animação nas zonas pedonais temporárias

Ao longo deste sábado e domingo, também o projeto municipal das zonas pedonais temporárias, que foi agora prolongado até ao final do ano, vai continuar a convidar os portuenses a usufruir do espaço público com diversas atividades. Com alguns ajustes realizados ao final do balanço de três meses da iniciativa, a grande novidade é a inclusão da Rua de José Falcão no lote dos dez arruamentos, preenchidos aos fins de semana com mobiliário urbano e variadas propostas de desporto e animação.

Amanhã, domingo, há 12 atividades gratuitas para desfrutar em cinco zonas da cidade: na Avenida de Paiva Couceiro (acesso recomendado pela Avenida Gustavo Eiffel), na Avenida de Rodrigues de Freitas, na Rua de José Falcão, na Rua de Cedofeita e no Passeio das Virtudes.

Desenvolvido pela empresa municipal Ágora - Cultura e Desporto do Porto, o programa - que inclui circuitos de skate e de bicicleta, hóquei em campo, basquetebol, atletismo, miniténis, atelier de pintura, oficina de desenho, esgrima, kendo, novo circo e tiro ao arco - vai continuar a envolver diversas estruturas e associações locais, convidando os portuenses a sair à rua e a desfrutarem destes espaços de lazer temporários, conquistados às vias de trânsito.
Uma sugestão perfeita para usufruir de um domingo com temperaturas amenas em família. 

Contos na Biblioteca

Já na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, a partir deste mês e até dezembro, todos os sábados de manhã serão inteiramente dedicados aos mais novos e às famílias com os programas de leitura gratuitos.

Hoje, pelas 11 horas, a iniciativa "Sábados a Contar", convida pequenos e graúdos a assistirem à leitura do livro "A ilha do Avó", de Benji Davies, seguido de um atelier criativo. A lotação é limitada, sendo necessária a inscrição prévia e cada criança participante tem de estar acompanhada por um adulto.

Cultura em Expansão

Neste fim de semana, dança, teatro e música compõem a programação do programa municipal Cultura em Expansão. Pelas 20,30 horas de sábado, o Largo de São Pedro de Miragaia acolhe a segunda apresentação de "COZINHA(S)", projeto do Teatro Experimental do Porto com direção artística de Catarina Barros, que coloca em cena o artista Pedro João.
Logo de seguida, às 21,30 horas, é a vez de Peixe e Frankie Chavez apresentarem, na Igreja situada no mesmo local, o concerto-filme "MIRAMAR", que une os dois músicos que partilham uma paixão pela guitarra e pelos universos da música e imagem.

FIMP

Também a partir deste sábado, a 31.ª edição do Festival Internacional de Marionetas do Porto (FIMP) invade os dois espaços do Teatro Municipal da cidade. Pelas 17 horas, o Pequeno Auditório Isabel Alves Costa do Rivoli acolhe a estreia absoluta do espetáculo "O Cheiro dos Velhos", numa coprodução luso-cabo-verdiana. De seguida, pelas 19 horas, já no Grande Auditório Manoel de Oliveira, Olivier de Sagazan apresenta a performance "Transfiguration".

A fechar o programa, às 21 horas, o TMP acolhe a estreia nacional de "Bad Translation", do espanhol Cris Blanco, que converte o cenário num computador analógico e traz a vida digital para o palco. Esta sessão poderá também ser vista no conforto de casa, através da sala virtual do teatro. Os bilhetes para esta sessão variam entre os seis e os 12 euros.

Para terminar as sugestões de um fim de semana, o "Porto." sugere ainda que dê um salto ao mercado solidário organizado na sede da associação Espaço T, na Rua do Vilar. Ao longo do dia de hoje, será possível encontrar uma oferta variada de produtos cedidos por conhecidas marcas portuguesas. Os fundos angariados com a compra dos artigos revertem para a sustentabilidade da instituição.