Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Evocação de Jorge Colaço tem paragem obrigatória na Estação de São Bento
19-11-2018
"A estação de Porto-São Bento e a obra de Jorge Colaço" é o título da exposição que pode ser vista no átrio daquela estação ferroviária até 3 de dezembro.

Inscrita no programa de comemorações do 150.º aniversário do nascimento de Jorge Rey Colaço, a iniciativa aproveita a evocação do pintor e caricaturista como pretexto para lançar um breve olhar sobre a cidade do Porto na transição para o século XX. Faz assim uma revisitação do processo que viabilizou a construção da Estação de São Bento, inaugurada a 5 de outubro de 1916, da sua importância para a definição do eixo ferroviário das linhas do Douro e Minho e do seu impacto para a consequente reconfiguração urbana do centro histórico da cidade de que é um dos ex-libris.

Jorge Colaço (1868-1942) fez estudos artísticos em Madrid e Paris, notabilizou-se como pintor a óleo, foi mestre e pioneiro do desenho gráfico em Portugal e começou a publicar histórias aos quadradinhos em 1893, na luso-brasileira "A Revista", colaborando com várias outras publicações. Em 1903, começou a experimentar o azulejo como suporte para a sua pintura, experiência que o levou a trabalhar com a Fábrica de Loiça de Sacavém e com a Fábrica Lusitânia, tornando-se também mestre nesta área. São conhecidos mais de um milhar de painéis da sua autoria.