Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

European Best Destination diz que o Porto está a plantar sementes e dá os parabéns na página de Facebook de Rui Moreira
12-02-2017

A organização com sede em Bruxelas que promove a eleição de Melhor Destino Europeu foi à página oficial de Rui Moreira, dar os parabéns "a todos os que põem o Porto na luz". O comentário foi colocado na caixa de comentários da crónica semanal que o presidente da Câmara tem num jornal diário onde medita sobre os prós e contras de ser autarca. No comentário fala-se também sobre plantar sementes e enfrentar tempestades, numa clara alusão ao texto partilhado por Rui Moreira.


"It is a bit like planting seeds, projects, and facing storms to protect what is most important. An endless work but with some very beautiful moments. Congratulations to all those who put Porto in the light, every day."


No seu artigo, partilhado no Facebook, Rui Moreira começa por escrever que é difícil ser presidente da Câmara, mas termina afirmando o contrário: "A semana que passou foi uma grande semana para o Porto e para quem a fez grande no Porto. E não fui eu. Foram todos os que acreditaram, que se empenharam, que arriscaram. São estes os momentos luminosos que nos deixam um brilhozinho nos olhos. Foi uma grande semana para o Porto, uma grande semana para os meus dias. E dou por mim a ter a certeza de que tudo vale a pena. Afinal, não é assim tão difícil ser presidente de Câmara."


A crónica, intitulada "Grande semana para o Porto", Rui Moreira refere vários acontecimentos ocorridos durante a semana que terminou na cidade, como o anúncio de uma nova linha de Metro ou a inauguração de um Centro Empresarial no antigo edifício do Governo Civil, junto à Praça da Batalha.


"É difícil ser presidente da Câmara. É difícil por ser uma enorme responsabilidade. Porque os munícipes acham sempre que podemos fazer um pouco mais pela sua rua. Porque não entendem que um autarca não manda no Centro de Saúde ou no horário do Metro. Porque qualquer presidente da Câmara gostaria de fazer um pouco mais por cada um dos seus munícipes. Porque desgasta dormir e acordar com os mesmos problemas. Porque a máquina da burocracia e do centralismo consome boa parte do nosso tempo e da nossa paciência.


Mas é bom ser presidente. Porque se, no fim do dia, sentimos ter feito a diferença na vida de alguém que precisa de uma casa, então valeu a pena. Porque se a cidade se sentir melhor consigo própria, isso é um orgulho. Porque ver o sorriso de uma criança num parque infantil é uma recompensa. Sim. Um presidente de Câmara, como um primeiro-ministro ou um ministro, também é uma pessoa. Sofre quando vê um comentário insultuoso no Facebook, aflige-se por não conseguir responder a toda a gente, indigna-se com a mentira, a insídia, a acusação cobarde e anónima. Afinal, parece que isso também faz, e não devia fazer, parte da política.


E, depois, há semanas como a que passou. Em que vejo abrir um envelope, encerrando um concurso para o terminal intermodal de Campanhã. Em que percorro salas de um novo centro empresarial cheio de vida e empresas bem no centro do Porto, onde ainda há dois anos jazia um edifício querido à cidade. Em que presencio o anúncio da construção de uma nova linha de Metro, num subsolo que tinha saudades de obra. Em que a cidade ganha um prémio, que é o reconhecimento de uma incomum união de esforços entre personalidades e instituições. E tudo isso é felicidade.


É em semanas como esta que um autarca sente, realmente, a razão de ser de tudo isto. De ter trocado a tranquilidade, o anonimato e o sossego de um bom livro pela vida política, quase sempre ingrata e amnésica. A semana que passou foi uma grande semana para o Porto e para quem a fez grande no Porto. E não fui eu. Foram todos os que acreditaram, que se empenharam, que arriscaram. São estes os momentos luminosos que nos deixam um brilhozinho nos olhos. Foi uma grande semana para o Porto, uma grande semana para os meus dias. E dou por mim a ter a certeza de que tudo vale a pena. Afinal, não é assim tão difícil ser presidente de Câmara.", conclui Rui Moreira.