Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Está lançado o concurso para construção de ligações mecanizadas em Miragaia
25-01-2019
A Câmara do Porto lançou o concurso público para a "Empreitada dos Percursos Pedonais, Ligações Mecanizadas - Miragaia", com publicação do anúncio no Diário da República.

A fase de obra, gerida pela empresa municipal GO Porto - Gestão e Obras do Porto, terá uma duração máxima de 270 dias, ou seja, aproximadamente nove meses.

O projeto enquadra-se numa estratégia geral de desenvolvimento de uma rede interligada de percursos pedonais assistidos por meios mecanizados numa das zonas com orografia mais difícil do centro do Porto.

A primeira intervenção, em Miragaia, compreende três núcleos: um correspondente à zona das Escadas das Sereias, outro correspondente à área que compreende as Escadas do Monte dos Judeus e zonas adjacentes, e o terceiro relativo à zona circundante das Ruas do Cidral de Cima e do Cidral de Baixo.

A estimativa preliminar de custo da obra é superior a 800 mil euros e o seu prazo de execução pode atingir a duração máxima de 270 dias. Neste caso, o critério de adjudicação contempla uma ponderação de 60% para o preço e de 40% para o prazo da empreitada.

As propostas devem ser entregues até às 17 horas do dia 23 de fevereiro de 2019, em formato eletrónico na plataforma www.acingov.pt, onde poderão ser também consultadas as peças do concurso.

Este é o segundo lançamento do concurso para a presente empreitada, tendo em conta que, da primeira vez (setembro/outubro de 2018), o valor-base da obra era de cerca de 549 mil euros e o prazo de execução de 180 dias, mas nenhum concorrente se mostrou interessado.

O concurso de conceção lançado pela Câmara do Porto em 2015 teve por base um estudo que identificou os três pontos possíveis de ligação de cotas: Miragaia, Palácio de Cristal e Virtudes. A proposta vencedora, anunciada a 10 de julho de 2017, teve autoria do gabinete depA Architects + Pablo Pita Arquitectos.