Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Escolhidos os sete projetos resultantes da Convocatória Aberta do projeto Alumia
01-02-2017

A 25 de novembro de 2016, o projeto Alumia desafiou artistas e criadores a transformar a visita noturna ao património do Centro Histórico do Porto, através de instalações artísticas que usassem a luz como ferramenta de exploração (plástica e simbólica). E a comunidade respondeu com entusiasmo. De um total de  20 candidaturas, entre propostas individuais e coletivas, o júri selecionou as sete que serão agora materializadas.

Oriundas de áreas do saber tão diversas como a arquitetura, o urbanismo, a engenharia, o design, as artes performativas e o audiovisual, as candidaturas recebidas apresentaram abordagens originais à convocatória. Eis a lista dos projetos selecionados:


- "Gerador (de 6 Volts) de Comunidade", de Oficina Galo, Mónica Loureiro e João Gaspar;
- "Manifesto da Luz", de João Dias-Oliveira, Nuno Mota e Rossana Ribeiro;
- "A Casa do Senhor X e da Senhora Z", de Patrick Hunmann e Renata Portas;
- "Yellow Sobremarine", de Pedro Barata;
- "Umbra", de Elas Duas;
- "Ride The Light", de João Félix e João Relvas;
- "Tile-Light", de DFL-Digital Fabrication Lab (Rodrigo Waihiwe e José Pedro Sousa)

Tal como previsto no regulamento do desafio, a Câmara do Porto, através da PortoLazer, atribuirá 3.570 euros para a concretização de cada uma destas propostas.


As sete instalações serão depois apresentadas publicamente a 24 e 25 de março de 2017, véspera e Dia Nacional dos Centros Históricos. Em conjunto, formarão um percurso entre o Passeio das Virtudes e as Escadas da Vitória.


O Alumia resulta de uma candidatura submetida e aprovada no âmbito do Programa Operacional Norte 2020, no valor global é de 387 mil euros, cofinanciados em 85 por cento pela União Europeia. Depois do Manobras e do Locomotiva, este é o terceiro projeto de dinamização cultural que usa o Centro Histórico do Porto como território de intervenção e inspiração.

Mais informações sobre o projeto em www.alumia.eu.