Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Escola Profissional Árvore foi exemplar na forma como assegurou o ensino remoto, diz Fundo Social Europeu
11-05-2020

A Escola Artística e Profissional Árvore, uma das escolas de referência do ensino profissional do Porto, situada na zona histórica da cidade, foi referenciada no boletim do Fundo Social Europeu pela forma como tem garantido o ensino à distância aos seus alunos neste contexto de pandemia. Entre as medidas adotadas desde o início, a escola disponibilizou 70 computadores aos estudantes, para que estes pudessem acompanhar as aulas em casa.


"A partir do momento em que todas as atividades em sala de aula foram encerradas, no dia 16 de março, devido ao surto do novo coronavírus, foi rapidamente implementada uma estratégia que permitiu aos alunos acompanhar as atividades em sala de aula à distância, tendo sido disponibilizados 70 computadores aos alunos para que pudessem assistir às aulas a partir de casa", assinala o canal informativo do Fundo Social Europeu.

A proatividade de uma escola da cidade do Porto é, deste modo, destacada como um exemplo a seguir por uma instância comunitária, correspondendo, aliás, àquilo que é aguardado de cada estabelecimento de ensino, a quem compete, em primeira instância, procurar as melhores soluções no contexto atual. Nesse sentido, e de modo a auxiliar este processo, ainda em março, o Município comunicou aos Agrupamentos de Escolas da cidade que podiam usar verbas já então transferidas para aquisição de material informático e Internet para alunos que estivessem impedidos, por falta de dispositivos, de aceder ao ensino à distância.

Localizada no Centro Histórico do Porto, desde a data da sua fundação, em 1989, a Escola Artística e Profissional Árvore procura dar expressão ao projeto Árvore, de formação humanística pela via da arte, sendo as atividades de aprendizagem financiadas pelo Fundo Social Europeu, no âmbito do Programa Operacional de Capital Humano.

O seu projeto educativo, na vertente do ensino profissional, aponta para uma educação orientada para o desenvolvimento da criatividade e para a participação ativa na defesa dos valores fundamentais da liberdade, da paz e da tolerância, assim como dos bens do património cultural e ambiental.

Princípios esses que, estando em consonância com os desígnios da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), valeram a este estabelecimento de ensino Escola Artística e Profissional Árvore o título de primeira escola associada.