Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Era uma vez o Pai Natal e outros presenteadores natalícios da História
13-12-2017
A Casa-Museu Guerra Junqueiro inaugura nesta quinta-feira, pelas 18,30 horas, uma exposição visual que conta a história do Pai Natal e dos seus concorrentes presenteadores natalícios desde o século XVII.

"Pai Natal: Metamorfoses e Mitificação" assenta numa investigação académica e tem coordenação científica de Sérgio Araújo (investigador na área da infância e docente no Ensino Superior público), sendo a arquitetura da exposição da responsabilidade de Fernando Marques de Oliveira (artista plástico, autor de vários trabalhos significativos no campo da cenografia, arquitetura e design de interiores).

Esta primeira narrativa sólida em torno da evolução histórica e visual das principais figuras presenteadoras do ciclo do Natal integra 130 imagens e objetos, originais e impressas na Europa, entre ilustrações, gravuras e litografias, datadas do período entre os séculos XVII e XX. Aí estão representados, entre outros, o Menino Jesus, o Anjo de Natal, o São Nicolau, uma figura próxima da representação de um São José (postal impresso no Porto em 1904) e, obviamente, o velho bonacheirão vestido de vermelho e com grande barba branca que a Coca-Cola criou em 1920, num conjunto de alegorias que constitui uma oportunidade única para o público tomar contacto com um universo visual até agora inédito em Portugal.

No âmbito de "Pai Natal: Metamorfoses e Mitificação", a Casa-Museu Guerra Junqueiro (veja aqui a localização) promove oficinas e visitas guiadas direcionadas para todos os grupos etários.

De entrada livre, a exposição pode ser visitada até 14 de fevereiro.
A Casa-Museu Guerra Junqueiro está aberta de segunda-feira a sábado entre as 10 e as 17,30 horas (últimas admissões às 17 horas) e ao domingo das 10 às 12,30 e das 14 às 17,30 horas (últimas admissões às 12 e às 17 horas, respetivamente). Encerra aos feriados.