Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Porto recebe evento nacional dedicado à mobilidade elétrica
05-07-2017

No próximo fim de semana, 8 e 9 de julho, o Porto acolhe a quinta edição do Encontro Nacional de Veículos Elétricos 2017 (ENVE), no âmbito do Cidade+, um dos maiores eventos sobre sustentabilidade ambiental realizados em Portugal, que decorre de quinta a domingo nos jardins do Palácio de Cristal. A iniciativa acontece num momento em que a autarquia tem em curso uma estratégia de adoção do transporte elétrico.


O ENVE, considerado o maior evento anual português destinado à mobilidade elétrica, é organizado pela Associação de Utilizadores de Veículos Elétricos com o apoio da Câmara. Conta, regularmente, com a presença da esmagadora maioria das empresas que operam em Portugal no setor da mobilidade elétrica (carros, motas e bicicletas).


O público poderá fazer um test drive num veículo elétrico, passear no lago dos jardins do Palácio num barco eletro-solar, esclarecer dúvidas e assistir a tertúlias relacionadas com a temática. No domingo, pelas 12 horas, está marcado um desfile de veículos elétricos pelas ruas do Porto.


Porto investe na mobilidade elétrica

As questões da mobilidade elétrica têm estado na ordem do dia, com o Porto a assumir responsabilidade neste domínio pela aplicação no terreno de uma estratégia municipal focada na sustentabilidade.


A Câmara do Porto encontra-se a substituir a sua frota a gasóleo por veículos elétricos, embora já possua alguns carros elétricos, assim como a da Polícia Municipal (16 veículos elétricos e uma viatura híbrida plug-in de apoio à limpeza urbana e jardins).


Em causa está a aquisição de 390 veículos, 241 dos quais destinados ao município e os restantes às empresas municipais de águas, de habitação, gestão de obras públicas, ambiente e lazer. Os veículos substituirão os atuais, em fim de contrato de locação, em áreas como limpeza urbana, obras municipais e policiamento.


A solução, além da poupança de mais de dois milhões de euros em quatro anos, permitirá uma redução estimada de emissões de dióxido de carbono na ordem das 2,3 mil toneladas, no prazo de vigência do contrato.


Também a Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) aposta na renovação da frota e na mobilidade livre de emissões, tendo já lançado o concurso público internacional para a aquisição de 188 novos autocarros, dos quais 173 movidos a gás e 15 a eletricidade. Esta renovação da frota surge já no âmbito do acordo com o Governo que estabelece a transferência da gestão da STCP para os seus seis municípios, sob a presidência do Porto. Um autocarro elétrico circula já, em teste, pela cidade.