Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

EasyJet aposta mais no Porto
24-03-2016

A easyJet vai colocar mais um avião na sua base no Porto e está a avaliar as rotas que a TAP vai suspender a partir do próximo fim de semana, depois da concorrente Ryanair já ter anunciado que vai operar a ligação a Milão e reforçar voos para os destinos para onde a TAP está a deixar de voar a partir do Porto. A companhia, que em 2014 anunciou a criação de uma base aérea no Porto (na imagem), voa, a partir de maio próximo, para o Funchal, quatro vezes por semana.


"Estamos a olhar para o mercado e para oportunidades que estão a surgir para continuar a história de êxito no aeroporto do Porto", disse à agência Lusa e a outros órgãos de comunicação social, o diretor comercial da easyJet em Portugal, José Lopes, quando questionado sobre o interesse nas quatro rotas suspensas pela transportadora nacional.


Um ano após a abertura da base no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, onde até agora tinha dois aviões, a companhia aérea britânica transportou mais de um milhão de passageiros de e para o Porto, tendo como meta crescer 40% em 2016 para os 1,4 milhões de passageiros.


"Além das rotas que normalmente analisamos em todas as temporadas, logicamente quando existem grandes alterações no mercado, como é o caso, também olhamos para essas rotas. Está a ser fruto de análise e atempadamente vamos tomar decisões sobre esse tema", declarou o responsável da easyJet.


Em janeiro, a TAP anunciou a suspensão das ligações diretas do Porto para Barcelona (Espanha), Bruxelas (Bélgica) e Roma e Milão (Itália) a partir de 27 de março, alegando que estas rotas são deficitárias.