Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Diversidade de pessoas e competências é um desafio na gestão das organizações
28-11-2018
"All is the new one" é o mote inspirador da 5.ª edição do Porto RH Meeting que, durante esta quarta e quinta-feira, ocupa a Alfândega do Porto. Três dezenas de oradores vão partilhar experiências sobre a importância da diversidade dentro das empresas, naquele que é considerado o maior evento de Recursos Humanos organizado no Norte do país pela IFE by Abilways, em parceria com a Câmara do Porto.

Catarina Araújo, responsável pelo pelouro dos Recursos Humanos e Serviços Jurídicos na Câmara do Porto - a quem coube a abertura da iniciativa - traçou o perfil do universo municipal explicando que a diversidade de pessoas e de competências que se encontram nos cerca de 3000 trabalhadores municipais constitui "um desafio".

"Só com o potenciar da gestão da diversidade e competências, conseguimos reinventar-nos para fazer face aos desafios de mercado, porque também competimos para adquirir e reter talento", disse, relembrando os vários constrangimentos legais associados às carreiras públicas, tais como "as limitações na contratação à entrada, gestão de carreira muito regulada, política retributiva pouco competitiva".

A vereadora explicou que os desafios da gestão municipal colocam-se, essencialmente, a dois níveis: serviço do Município aos munícipes e serviço da Direção Municipal de Recursos Humanos às equipas internas, "que tem a necessidade de gerir, motivar e desenvolver diferentes gerações e níveis de formação".

Além disso, acrescentou Catarina Araújo, a autarquia tem em desenvolvimento um projeto integrado de liderança, "que visa dotar os dirigentes de competências que permitam potenciar as diferentes respostas aos objetivos estratégicos e simultaneamente atender às necessidades individuais, competências, motivações e bem-estar físico dos nossos colaboradores".

"O grande desafio é encarar a diversidade de pessoas e de competências como uma oportunidade e não como uma ameaça, como uma ferramenta crítica, pois acreditamos que quando capitalizada essa diferença, atendendo às individualidades, será certamente a ferramenta diferenciadora do sucesso ", reiterou a responsável pelos Recursos Humanos da Câmara do Porto.



RH Meeting procura dar respostas às preocupações das organizações

A iniciativa é um palco privilegiado de partilha e networking, com a exploração de novos caminhos que contribuam para um ecossistema mais ativo e dinâmico nos Recursos Humanos em Portugal.

"Todos os anos fazemos a análise de tendências e falamos com as empresas para perceber quais são as preocupações e o que é que borbulha dentro das organizações", explicou Raquel Rebelo, CEO da IFE by Abilways.

O encontro conta com mais de 30 oradores, em representação de empresas como a Farfetch, Central de Cervejas, Sonae MC, EDP, Douro Azul, Porto Design Factory ou José de Mello Saúde.

"Este evento é dedicado a quem gere, mas é generalista e dá espaço a que venham empresas do setor público e privado", referiu Raquel Rebelo e acrescentou que é esperada a participação de mais de 800 pessoas.

"Tentamos ajustar o tipo de oradores ao universo empresarial e organizacional da região, procurando mais indústria, mais empresas tecnológicas, tendo em conta a realidade atual do Grande Porto da Região Norte".

A tarde desta quarta-feira teve como tema central a liderança nas organizações. Amanhã, quinta-feira, a discussão começa em torno da maturidade digital e de que forma pode ajudar a capacitar através da tecnologia, ampliar a dimensão humana e fazer crescer as organizações.

O debate continua, depois, em torno do recrutamento: como integrar candidatos de sonho e o impacto das redes sociais na procura de novos talentos; a partilha de "experiências incríveis" de recrutamento por especialistas de recursos humanos das Fábricas de Portugal Nestlé e Central de Cervejas; os benefícios salariais: como definir indicadores de desempenho e critérios de remuneração variável. Por último, o tema Employee experience design vai aprofundar a reflexão sobre o que é mais valorizado pelos colaboradores: ter uma carreira ou várias experiências profissionais.