Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Dezenas de atividades chamaram crianças aos jardins do Palácio de Cristal
01-06-2017

Foi hoje assinalado, no Porto, o Dia Mundial da Criança, efeméride que merece, da parte da Câmara, um programa cheio: até 4 de junho, há dezenas de atividades gratuitas nos jardins do Palácio de Cristal.


Para marcar o arranque oficial da festa dos mais novos, o recinto do Pavilhão Rosa Mota e os espaços do Palácio de Cristal receberam a visita do presidente da autarquia, Rui Moreira, e da vice-presidente e vereadora da Educação, Guilhermina Rego. Os dois responsáveis juntaram-se, assim, a cerca de três mil crianças oriundas das escolas do 1.º Ciclo e jardins-de-infância da cidade.


Capicua e Pedro Geraldes abriram as festividades com um concerto na Concha Acústica, com a apresentação do projeto "Mão Verde".


Para Rui Moreira, "esta é uma forma de associar a Câmara ao Dia Mundial da Criança e de trazer as crianças a este parque, que é fantástico. Juntamos aqui o INATEL e muitas outras instituições que nos ajudam, como a Polícia, para as crianças perceberem o que é a cidade".


A edição da Festa das Crianças deste ano inclui concertos programados pelo Nos Primavera Sound, espetáculos de dança, circo, desporto, malabarismos, um espetáculo cinotécnico e um concerto com a orquestra de sopros do Conservatório do Vale do Sousa, que irão fazer as delícias de miúdos e graúdos nestes 4 dias dedicados às crianças.


De acordo com Guilhermina Rego, esta iniciativa é sempre relevante pois "simboliza aquilo que é o Dia da Criança". "À semelhança de anos anteriores, aquilo que o Município faz é trazer ao Palácio as crianças das nossas escolas e não só, porque também está aberto a todas as crianças, sejam ou não da cidade. Neste caso concreto estou a falar da rede pública, de crianças que durante o dia de hoje vão passar por cá para poder usufruir daquilo que têm direito e que sabemos que elas gostam", concluiu.