Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Desfile no Dia de Portugal junta 1.500 militares
05-06-2017

Perto de 1.500 militares, com 84 viaturas, participam no desfile da cerimónia militar comemorativa do 10 de Junho, que este ano se realiza no Porto. A partir das 10 horas de sábado, nas avenidas do Brasil e de Montevideu.

O desfile, com componentes naval, terrestre e aérea, integra o programa oficial do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades, que envolve distintos momentos e palcos.

Na quarta-feira (7 de junho), às 10,30 horas, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, abre o programa de Atividades Militares Complementares, que ocupará a Avenida dos Aliados e a Praça da Liberdade até dia 11. Exposição e demonstrações dos ramos das Forças Armadas (Marinha, Força Aérea e Exército) convidam o público a conhecer de perto os meios e competências militares. Neste âmbito, decorrem várias iniciativas de participação gratuita (ver anexo).

Já no dia 9, também nos Aliados (junto à estátua de Almeida Garrett), realiza-se às 10,30 horas a Cerimónia do Içar da Bandeira, já com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Ao longo desta sexta-feira, o chefe de Estado acompanha um programa que integra, entre outros eventos, a inauguração da exposição "500 Anos do Foral Manuelino", na Casa do Infante. Pelas 22 horas haverá uma sessão de fogo-de-artifício sobre o rio Douro.

No sábado de manhã, a partir das 10 horas, as cerimónias oficiais concentram-se junto ao Atlântico, designadamente no largo do Molhe. Devido à realização da parada e desfile militares, bem como ao demais programa principal do 10 de Junho, é essencial proceder a várias alterações ao trânsito, com condicionamentos de circulação e estacionamento em Nevogilde e Foz, devidamente assinalados, a partir de amanhã e sobretudo entre os dias 8 e 11, conforme informação detalhada em anexo.

O programa oficial encerra no domingo, 11, com a cerimónia do Arriar da Bandeira Nacional, nos Aliados, presidida pelo presidente da Câmara do Porto.