Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Descobrir o património é um desafio com 9 km
25-09-2019
Uma caminhada de nove quilómetros é o desafio mais arrojado do programa gratuito com que o Porto vai assinalar as Jornadas Europeias do Património (JEP) e do qual fazem também parte a música, o cinema e visitas e percursos orientados.

As JEP decorrem nesta sexta-feira, no sábado e no domingo, mas as inscrições têm de ser feitas nesta quinta-feira, dia em que começa também a programação portuense, às 18 horas, com um concerto de acesso livre por Jack Broadbent, um dos bluesman mais destacados da atualidade.

Depois, nos dias que se seguem até domingo, há uma viagem ao tempo dos Descobrimentos no local onde nasceu Henrique - o Navegador e no Centro Interpretativo "O Infante D. Henrique e os Novos Mundos"; uma outra ao Porto de finais do século XIX no Museu Romântico; e um percurso de redescoberta das ruas medievais do Porto e do plano de João de Almada e Melo.
O programa inclui no sábado o grande desafio dos nove quilómetros a "Caminhar no património à descoberta da Rota da Água - um percurso ribeirinho do Mapa de Arte Pública do Porto", entre a zona da Sé e o Forte de São Francisco Xavier ("Castelo do Queijo") .

As Jornadas Europeias da Cultura, que prevêem também atividades noutras cidades e noutros países, tem ainda sugestões para o dia de domingo, que levam a descobrir as origens da cidade do Porto no castro da Penaventosa (Morro da Sé) e a assistir ao filme "Marias da Sé".

PROGRAMA:

26 de setembro
18h00 "Sons no Património"
Jack Broadbent - concerto
Jardins da Casa-Museu Marta Ortigão Sampaio ? gratuito
Num estilo de blues mais real, destaca-se mundialmente como um dos bluesman mais empolgantes da atualidade.
Concerto promovido no âmbito do ciclo "Sons no Património 2019" da Área Metropolitana do Porto.

27 de setembro
10h30 "A Casa e o Infante"
Visita orientada
Casa do Infante ? gratuito ? inscrições: casadoinfante@cm-porto.pt ? 222 060 400/ 423 ? limite: 25 participantes
No museu da Casa do Infante, local onde nasceu Henrique - O Navegador, é possível fazer uma viagem pelos tempos da ocupação romana, medieval e moderna desta zona ribeirinha da cidade, conhecendo os vestígios da Alfândega Régia e da Casa da Moeda. No Centro Interpretativo "O Infante D. Henrique e os Novos Mundos", existem diferentes olhares sobre a Expansão Portuguesa e o encontro de culturas, e poderá conhecer de perto a figura do Infante na sua multidimensionalidade simbólica. Neste novo espaço, descobrirá ainda o papel do Porto e das suas gentes nos Descobrimentos.

11h00 "O quadro de Charles Napier Hemy - uma vista sobre o Porto em 1881"
Visita orientada
Museu Romântico ? gratuito ? inscrições (até 26 de setembro): helenabarbosa@cm-porto.pt ? limite: 15 participantes
A aproximação ao ambiente do Porto dos finais do século XIX através de uma pintura a óleo de Charles Napier Hemy, ligada ao Rio Douro e à cidade do Porto em 1881, seguindo-se a visita orientada ao Museu.

15h00 "O Porto do Almada: o projeto de requalificação do núcleo medieval"
Percurso orientado por Evelyne Phibel
Casa do Infante (ponto de encontro) ? gratuito ? inscrições: casadoinfante@cm-porto.pt ? 222 060 400/ 423 ? limite: 30 participantes
Tomando como referência a maqueta do Porto medieval, serão identificadas as artérias que definem o percurso e revisitadas as ruas, praças e largos que definiam a cidade do século XV, interpretando o plano idealizado por João de Almada e Melo (1703-1786), o qual visava, numa primeira instância, a requalificação do núcleo medieval intramuros através da reformulação das artérias existentes e da integração de novos elementos na paisagem urbana. O circuito explora também a Planta Redonda, da autoria de George Black.

28 de setembro
14h00 "Caminhar no património"
"À descoberta da Rota da Água - um percurso ribeirinho do Mapa de Arte Pública do Porto"
Caminhada
Ponto de Encontro: Arqueossítio da Rua de D. Hugo ? gratuito ? inscrições (até às 12h00 do dia 26 de setembro): patrimoniocultural@cm-porto.pt ? limite de participantes: mínimo 6 / máximo 50
Uma caminhada ribeirinha de 9 km pela Rota da Água do Mapa de Arte Pública da cidade, num percurso orientado por técnicos do Património Cultural e por um preparador físico.
* Recomenda-se o uso de calçado confortável e adequado a caminhada, meias de algodão (mais uma ou duas mudas), roupa confortável e fresca, corta-vento ou impermeável, água, chapéu, óculos de sol e protetor solar.

29 de setembro
11h00 "Explora o Museu!"
"À descoberta do castro da Penaventosa"
Oficina para famílias orientada por Conceição Pinto, Laura Sousa e Paula Espírito Santo
Arqueossítio ? gratuito ? recomenda-se inscrição: dmm@cm-porto.pt ou 226 057 000 ? limite 12 participantes ? o espaço não permite o acesso a pessoas com mobilidade condicionada.
No sítio onde estão preservados os testemunhos da ocupação humana da cidade dos últimos 2500 anos, parte-se à descoberta do primitivo povoamento do Morro da Sé ou da Penaventosa. Tendo como ponto de partida os vestígios arqueológicos da Idade do Ferro, conta-se a sua história e propõe-se a construção de miniaturas das mais antigas habitações ali edificadas.

16h00 "Museu Fora da Caixa"
"Marias da Sé"
Cinema
Casa-Museu Guerra Junqueiro ? gratuito
O realizador Filipe Martins declara o seu amor por um Porto muito típico, num filme que retrata a vida das mulheres daquela zona emblemática da cidade.