Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

De Greef venceu a 16ª edição do Porto Open 2015
12-10-2015

Chegou ontem ao fim a 16.ª edição do Porto Open. O tenista belga Arthur De Greef foi o grande vencedor. O torneio ITF Future voltou a colocar o Porto no centro das atenções dos amantes da modalidade.


Pela segunda edição consecutiva, um português esteve na disputa da final de singulares. Depois de Frederico Gil em 2014, este ano a proeza pertenceu a João Domingues (ATP 509), o Campeão Nacional Absoluto em título. O atleta garantiu um lugar na final após deixar pelo caminho o primeiro cabeça de série do torneio, Maxime Chazal, nº 256º mundial, em apenas dois sets.


Jogada ao início da tarde de ontem, a decisiva partida deste Porto Open teve Arthur De Greef do outro lado do court. O jovem estreou-se da melhor maneira no torneio, onde surgiu apenas como oitavo cabeça-de-série. O nº 333 mundial confirmou todo o seu talento, acabando por vencer a partida de forma categórica, precisando de apenas dois sets para derrotar João Domingues por 6-4 e 6-0. Foi a terceira final consecutiva do tenista belga em apenas três semanas e, também, a terceira que logrou vencer. Este novo sucesso permitiu-lhe ganhar 120 posições no ranking ATP, onde passa agora ocupar a posição nº 266.


Depois de entregues os troféus, o vencedor do Porto Open 2015 confessou-se "encantado pela cidade", pelo público e também pela organização do torneio.


Quanto ao vice-campeão, o português João Domingues, agradeceu todo o carinho e apoio do público, admitindo estar satisfeito por ver que "o ténis está a crescer" em Portugal.


Mais informações: Porto Open 2015