Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

À procura de talento da Escola do Cerco
03-04-2017
Os três elementos da banda musical estiveram hoje na escola para apresentar um programa de apoio financeiro a novos valores musicais e aproveitaram para aconselhar sobre a importância que os estudos têm em qualquer projeto profissional.

"Acorda o Sonho by D.A.M.A." é o nome da iniciativa para estimular o aparecimento de novos talentos na área da música, que os D.A.M.A. vão financiar através de parcelas das receitas da banda, sejam concertos, discos ou outras.

Para amplificar o alcance do programa, o nome da Bolsa de Talentos foi tomado "emprestado" para uma peça de teatro que servirá para promover a iniciativa e, ao mesmo tempo, difundir as mensagens de vida dos músicos.

Por entre os gritos de entusiasmo de uma plateia de adolescentes, na Escola Básica e Secundária do Cerco do Porto, Francisco 'Kasha' Pereira, Miguel Coimbra e Miguel Cristovinho falaram esta manhã do seu percurso até ao sucesso e contaram com três jovens atores que, vestindo os personagens dos artistas, apresentaram a peça de teatro que agora entrará em digressão nacional.

Direcionado para os alunos do 3.º ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário, o espetáculo, cuja trama explora o percurso do grupo musical até à fama, com recurso a elementos multimédia como músicas e vídeos dos D.A.M.A., visa precisamente explicar aos jovens as vicissitudes que caraterizam a carreira, a ascensão e o reconhecimento artísticos.

A peça lembra os tempos do hip-hop e em que a música era somente um hobby, as festas de colégio e da Queima das Fitas, a colocação das primeiras músicas no youtube e a gravação do primeiro disco, evocando temas como "Eu sei", "Às vezes", "Eu não faço questão" ou "Balada do desajeitado". Reforça, também, a ideia de que, apesar de ser um caminho atribulado, tudo é possível com talento e perseverança.




"Enviámos milhares de emails [para produtoras e agências] e só um teve resposta, mas foi só esse que fez 'tudo'!", sublinharam os músicos, aconselhando vivamente os jovens para que "nunca desistam".

Além disso, ficou aos estudantes o alerta: "Nós tirámos os nossos cursos, temos uma banda que é o nosso negócio, mas é o nosso percurso académico que nos ajuda a tornar este negócio sustentável". Por isso - vincaram - "não descurem os estudos, mesmo quando parece que não têm nada a ver com música".

Prova de que valeu a pena é o êxito que os D.A.M.A. conhecem no presente e a que querem dar sequência com a bolsa de talentos Acorda o Sonho. "Queremos ajudar quem tem sonhos como nós a realizá-lo", afirmaram. Ou, como elogiou o presidente da Câmara, Rui Moreira, "quando nós temos sorte na vida, temos de ter a capacidade de dividir essa sorte com os outros".

Aliás, apesar de o programa ter sido apresentado hoje no Porto, "já desde há um ano que eles andam a pôr dinheiro de lado", adiantou ao Porto. Narciso Moreira, diretor da Betweien, a produtora que está a ajudar os D.A.M.A a levantar este sonho.

Hoje mesmo, o "Acorda o Sonho by D.A.M.A." entra em fase de receção de candidaturas, que decorre até 3 de maio, regressando para a segunda fase entre 15 de setembro e 15 de outubro.

Todos os pormenores desta Bolsa de Talentos estão no website do Acorda o Sonho e na página da banda no facebook.