Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Curta-metragem de Leonor Teles selecionada para o Festival Internacional de Cinema de Veneza
25-07-2019
"Cães que Ladram aos Pássaros", filme realizado por Leonor Teles no âmbito do programa municipal Cultura em Expansão, foi selecionado para a competição de curtas-metragens do Festival Internacional de Cinema de Veneza.

Considerado o mais antigo do mundo e um dos mais importantes eventos internacionais de cinema - juntamente com os festivais de Cannes e Berlim - o Festival de Veneza apresenta este ano a sua 76.ª edição, a decorrer entre 28 de agosto e 7 de setembro.

O filme de Leonor Teles terá em Veneza a sua estreia mundial, na secção competitiva para curtas-metragens Orizzonti, que integra 13 filmes, representativos "das mais recentes tendências estéticas do cinema internacional".

O filme resultou de um convite efetuado pela Câmara do Porto a Leonor Teles para a edição de 2018 do Cultura em Expansão, tendo sido nos anos anteriores convidados Salomé Lamas (2016) e João Salaviza (2017), que realizaram, respetivamente, "Ubi Sunt" e "Russa". Os dois filmes têm sido apresentados em inúmeros festivais internacionais de cinema, e "Russa" de Salaviza integrou a competição de curtas-metragens do Festival de Berlim, em 2018.

Leonor Teles passou parte do ano anterior em residência artística no Porto, onde desenvolveu o projeto cinematográfico a partir dos lugares, das pessoas e das narrativas da cidade. Durante este período conheceu a família Gil, principal inspiração para esta curta-metragem, que mistura elementos documentais e ficcionais e onde os "atores" se representam a si próprios - a personagem central do filme é Vicente Gil, jovem portuense que vive com expectativa os primeiros dias de férias e o começo de uma vida nova.

Leonor Teles tem sido galardoada com vários prémios pelos seus filmes "Balada de um Batráquio" e "Terra Franca", em festivais nacionais e internacionais, como o Prix International de la Scam do Festival Cinéma du Réel em Paris em 2018 ou o Urso de Ouro em Berlim para melhor curta-metragem em 2016.