Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Cultura, turismo e amizade aproximam Macau e o Porto
12-02-2019
O Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura de Macau, Alexis Tam Chong Veng, está no Porto para aprofundar a relação de amizade e a cooperação, nomeadamente nos setores do turismo, cultura, educação, saúde e desporto.

O quinto funcionário mais importante do governo de Macau foi recebido ontem pelo presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, assinalando a geminação da cidade com aquele território chinês desde 1991 e uma "amizade preciosa" que Alexis Tam comparou ao vinho do Porto por melhorar com a passagem do tempo.

Em reunião entre os dois, foram abordadas questões relacionadas com turismo e cultura, duas das áreas que o Porto e aquele território têm em comum e que o autarca disse querer aprofundar, designadamente na vertente cultural.

Na sua deslocação aos Paços do Concelho, realizada também no âmbito da celebração dos 40 anos de relações diplomáticas entre Portugal e a China, Alexis Tam - que teve formação em universidades da China, Escócia, Singapura e Taiwan e ainda na Universidade de Lisboa e na Católica Portuguesa - levou uma delegação de jovens estudantes macaenses que fizeram uma demonstração de artes marciais e executaram trechos de ópera chinesa.

A cultura e o turismo são entendidas por ambos os responsáveis como veículos para o aprofundar das relações em vários outros domínios entre Macau e o Porto, tal como a China e Portugal, tendência que o representante macaense veio acentuar com esta visita e para a qual também Rui Moreira tem trabalhado.

Alexis Tam sublinhou o grande esforço do seu governo para promover a língua e a cultura portuguesas em Macau, tendo Rui Moreira declarado, a propósito, ser seu desejo que a visita do Presidente da República à China e Macau (agendada para abril) inclua na comitiva a Orquestra Juvenil da Bonjóia. O que, aliás, daria sequência à iniciativa do presidente da Câmara do Porto que, quando ali se deslocou, a 10 de junho, levou consigo a Orquestra Barroca Casa da Música.