Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Cultura em Expansão revela programa completo e novas regras de acesso
31-07-2020

O Cultura em Expansão estará de regresso em setembro com um novo calendário programático que apresentará 38 espetáculos até ao final do ano, tal como anunciado há poucas semanas. Apesar de manter a gratuitidade, o programa, hoje anunciado na íntegra, contará com novas regras de acesso e segurança, tais como o levantamento obrigatório de bilhete e o uso obrigatório de máscara.


A recalendarização foi realizada pela equipa artística do projeto em articulação com as quatro estruturas parceiras - Confederação, Sonoscopia, Teatro do Frio e Visões Úteis - e com os vários artistas e agentes envolvidos. A maioria dos espetáculos previamente agendados será apresentada até ao final do ano; outros, pela incompatibilidade de agenda e dificuldade de realizar projetos em residência num cenário de pandemia, transitarão para a próxima edição, em 2021.

A cadência de apresentação torna-se também mais intensa e regular, com uma média de três espetáculos por fim de semana, divididos pelos quatro polos principais - a Junta de Freguesia de Campanhã, o Grupo Musical de Miragaia, a Associação de Moradores do Bairro Social da Pasteleira - Previdência / Torres e a Associação de Moradores da Bouça - e por outros locais da cidade com a programação satélite.

De forma a garantir a segurança de todos, serão seguidas as normas de segurança impostas pela Direção-Geral da Saúde em vigor à altura do espetáculo. Será obrigatório o levantamento do bilhete gratuito no local, a partir de duas horas antes do início de cada sessão e todos os espetáculos terão lugares sentados, recomendando-se a chegada 30 minutos antes da hora de início. Para o acesso ao interior da sala e ao respetivo lugar, vai ser obrigatório seguir as recomendações dos assistentes de sala. O uso de máscara será obrigatório durante todo o espetáculo, e recomenda-se a higienização das mãos à entrada.

O fim de semana de abertura - 4, 5 e 6 de setembro - será dedicado exclusivamente a espetáculos realizados ao ar livre. Do encenador Ricardo Alves, a peça "Os Sete Pecados Mortais", uma colaboração entre o Teatro da Palmilha Dentada e o Teatro Independente de Paranhos, que junta os atores profissionais e amadores das duas companhias a habitantes locais, será apresentado às 21,30 horas, no dia 4, na Quinta do Covelo; e no dia 5, no Ringue da Associação de Moradores do Bairro Social da Pasteleira - Previdência/Torres.

No domingo (dia 6 de setembro), o Cultura em Expansão vai até à outra ponta da cidade, ao Monte do Forte/Azevedo, para a primeira de três sessões ao ar livre do "Campanhã é a minha casa". O projeto quer levar o cinema a Campanhã - local que, apesar da importância da cidade no nascimento do Cinema Português, nunca teve uma sala de cinema - e também imaginar como seria um filme passado nesta freguesia. Três coleções de filmes de família de moradores de Campanhã serão a base para a criação de três curtas metragens, que serão exibidas no início de cada uma das sessões de cinema programadas.

O programa completo poderá ser consultado AQUI.