Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Cultura em Expansão preserva memórias e interpela as pessoas
16-04-2018
O programa Cultura em Expansão continua a crescer e promoveu no fim de semana mais duas novidades: a inauguração de uma Galeria Portátil com fotos pela escultora Katalin Déer, na Estação do Metro 24 de Agosto; e a apresentação de um filme e um livro com memórias dos habitantes de Campanhã, no Auditório da Junta de Freguesia.  

No caso da Galeria Portátil, tratou-se da estreia da nova vertente "Viagens" do programa municipal, que consta de um ciclo com vários projetos de longa duração e em diferentes áreas artísticas.

A Galeria Portátil é um edifício imaginário miniaturizado - que se inspira na Boîte-en-Valise, de Marcel Duchamp - que está a acolher o projeto de fotografia e vídeo de Katalin Déer. Atraiu desde logo as atenções de quem circula pela estação do Metro, e ali ficará até 12 de maio, diariamente entre as 06h00 e as 01h00.

Campanhã em filme e livro

Por outro lado, as memórias de Campanhã estão, também a partir do passado fim de semana, conservadas em filme e livro com a chancela do Cultura em Expansão.

Em sessão realizada no Auditório de Campanhã, o coletivo Visões Úteis deu continuidade ao trabalho desenvolvido no âmbito do projeto europeu Reclaim the Future/Exige o Futuro, no ano passado, que integrou a quarta edição do Cultura em Expansão. Assim, foi agora exibido o documentário "Reclaim the Future / Exige o Futuro", realizado por Alexandra Allen, Nuno Santos e Sara Allen, na sequência do registo do processo de criação da "Parada Desatada" com as comunidades de Campanhã.

Na mesma sessão, foi também feita a apresentação do livro "Ficou tudo ao Deus dará", de Márcia Andrade, escrito a partir das histórias e memórias de 13 ex-habitantes do demolido Bairro de São Vicente de Paulo. "Não houve um plano, uma trajetória delineada", admite a autora, explicando que "fomos entrando pelo terreno e ouvindo história atrás de história - havia ali um desejo muito grande de contar. E de ouvir". E, agora, também de ler "Ficou tudo ao Deus dará - S. Vicente de Paulo" pelas palavras de quem ali viveu e conviveu.

O livro entronca no projeto "Reclaim the Future" que visa dar voz e visibilidade aos habitantes de várias periferias, a comunidades com menor capacidade de inscrição no espaço público ou mesmo em risco de desagregação.

Entre maio e julho próximos, o Visões Úteis vai desenvolver um workshop de "Performance em Comunidade", cujo resultado será apresentado no evento final de "Reclaim the Future", em Bruxelas. Será também apresentada uma exposição de fotografias que junta os "Desejos para o Futuro" dos vários países parceiros em Dunquerque (França) e Stornoway (Escócia), nos meses de julho e agosto.