Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Cultura em Expansão lançou o disco em que se ouvem 4 anos do projeto de intervenção social Oupa!
12-12-2018
O bar Plano B foi o palco escolhido para apresentar, ontem à noite, o cd "Cidade Líquida" que resulta de quatro anos de trabalho do projeto de intervenção social Oupa!, comissariado pela Câmara do Porto no âmbito do programa Cultura em Expansão.

Adotando para título o conceito que alicerçou o lançamento das novas políticas culturais da cidade do Porto por Rui Moreira e Paulo Cunha e Silva a partir de 2014 - por sua vez, relacionado com a visão do sociólogo polaco Zygmunt Bauman - o disco foi apresentado num evento de entrada livre naquele bar do coração da movida portuense, que contou com DJ sets de André Tentugal e Tiago Espírito Santo.

"Cidade Líquida", que chegou a ser também o nome de um magazine cultural do "Porto.", tem mesmo já um single intitulado "Nosso Fado", cujo videoclipe foi também ontem exibido em estreia no Plano B.

A sessão incluiu o concerto de apresentação do álbum pelos oito membros que compuseram e escreveram os 10 temas que nele figuram: Mónica Sol, Bonaparte, Garcez, LS, Doc Carismático, Drunk Nigga, Joca e Ricardinho.

O Oupa! foi idealizado em 2014 pela Câmara do Porto, que convidou André Tentugal, Capicua, Gisela Borges e Vasco Mendes para a direção artística deste projeto. Passou por vários bairros e concretizou-se em residências artísticas de longa duração com oficinas de escrita, produção musical, vídeo e performance.

Dando seguimento e acompanhamento ao trabalho criativo dos participantes das edições anteriores, o ano de 2018 foi dedicado à profissionalização dos talentos encontrados, através da criação, gravação e edição deste "Cidade Líquida", que cruza os contributos dos seus três territórios e onde figuram temas originais, desenvolvidos ao longo dos últimos três anos, e temas inéditos.

O álbum funciona assim como o trabalho deste quarto ano de Oupa!, mas reflete também o conteúdo das três anteriores edições, nomeadamente o Oupa! Cerco (2015), o Oupa! Ramalde (2016) e o Oupa! Lordelo (2017).