Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Cosmonauta russo celebra na Invicta o nascimento da era espacial com o Sputnik
11-04-2019
A cidade do Porto acolhe, quinta e sexta-feira, o veterano cosmonauta russo Mikhail Kornienko, que vem celebrar o aniversário do primeiro voo espacial tripulado da História, realizado em 12 de abril de 1961 por Yuri Gagarin.

Mikhail Kornienko, que foi o primeiro a passar um ano no espaço (fazendo centenas de experiências científicas e comendo a primeira alface plantada, crescida e colhida fora do planeta Terra), esteve nesta quinta-feira na Câmara do Porto para fazer uma visita de cortesia ao presidente Rui Moreira, tendo em conta as excelentes relações entre a Embaixada da Rússia e a autarquia.

Aliás, a visita foi motivada pela forte admiração e "inspiração" que as autoridades diplomáticas e culturais russas sentem relativamente à "vida cultural da cidade do Porto", bem como pelo apoio que o Município vem dando aos projetos culturais daquela Embaixada. Apoio, de resto, inscrito nos 240 anos de relações diplomáticas entre os dois países que se assinalam em 2019.

Além disso, Mikhail Kornienko está no Porto para ajudar a dar mais um grande passo nessas relações e no conhecimento da história cosmonáutica, nomeadamente ao participar no novo projeto que consiste na apresentação da réplica do "Sputnik-1", na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. A apresentação é feita nesta sexta-feira, 12 de abril, que é o Dia Internacional do Voo Espacial Tripulado e aniversário da primeira realização dessa missão pelo cosmonauta russo Yuri Gagarin, a bordo do "Vostok 1", em 12 de abril de 1961.

"Sputnik" foi o nome do programa espacial soviético que produziu a primeira série de satélites artificiais e "Sputnik 1" foi o primeiro desses satélites, lançado em 1957 e que deu assim abertura de campo de investigação que viria a permitir a missão do "Vostok 1".

Por isso, o evento a realizar na FCUP tem como título "Sputnik-1, o nascimento da era espacial" e como subtítulo "A perspetiva da vida no espaço pelo cosmonauta Mikhail Kornienko".

O orador russo, que celebra o seu próprio 69.º aniversário na próxima segunda-feira, dia 15, é veterano de duas missões espaciais e integrou a "One year mission" em 2015/2016. Essa missão espacial de 340 dias contínuos, a bordo da Estação Espacial Internacional, foi a mais longa permanência de uma pessoa na estação e fez parte dos testes de adaptação do corpo humano a longos períodos no espaço, tendo em vista missões mais longínquas, incluindo a Marte.