Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Corrida da Mulher vai para a rua a 19 de maio e já tem mais de 20 mil inscrições
09-05-2019
Há já mais de 20 mil inscritas para participar na 14.ª edição da EDP Corrida da Mulher agendada para 19 de maio na cidade do Porto. A organização espera superar a marca das 22 mil participantes atingidas no ano passado, naquela que é a maior prova feminina do país.

Na apresentação oficial do evento - que decorreu nesta quarta-feira no Auditório do Instituto Superior de Administração e Gestão - Jorge Teixeira, diretor da Runporto que organiza a corrida, referiu ter o sonho de alcançar as 30 mil participantes. O responsável recordou que, ao longo da sua história, foram já mais de 202 mil as participantes na corrida, considerada como "um hino à mulher" e que, este ano, tem a modelo, atriz e apresentadora Andreia Teles como madrinha.

No plano competitivo, a lutar pela vitória vão estar as atletas Mónica Silva, vencedora da última edição, Marta Martins (SC Braga), segunda classificada em 2018, Vanessa Carvalho (SC Braga), terceira em 2016, Susana Godinho (Sporting CP), Diana Almeida (Sporting CP), Fernanda Ribeiro e Marisa Barros.

Uma das novidades deste ano é a inclusão do movimento "Egoísmo Positivo", que abre a possibilidade a pessoas que se deslocam em cadeira de rodas de participarem no evento acompanhadas por atletas deste movimento.

O evento, organizado pela Runporto com o apoio municipal através da PortoLazer, continua a ter uma componente solidária: um euro de cada inscrição reverte para o IPO-Porto e a luta contra o cancro da mama. Ao longo das suas 13 edições, o evento já angariou mais de 240 mil euros para esta causa.

"É esta a beleza maior da Corrida da Mulher. Uma prova que gosta de celebrar as suas vencedoras, mas que mantém intacta a sua principal e mais nobre característica desde a primeira edição: a de conseguir aliar a prática desportiva a este lado solidário", destacou Catarina Araújo, vereadora da Câmara do Porto com o pelouro da Juventude e Desporto.

A partida mantém-se na Alameda das Antas, pelas 10 horas, sendo que a meta será na Avenida dos Aliados, totalizando um trajeto com cinco quilómetros para ser percorrido a correr ou a caminhar. Por razões inerentes à segurança da prova, haverá alguns condicionamentos de trânsito.

À habitual animação ao longo do percurso, junta-se a participação solidária de Mikael Carreira num concerto que terá lugar na Avenida dos Aliados, logo após a chegada das atletas.