Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Corredores saudáveis vão dar ao Jardim da Corujeira
14-10-2019
Ideias e animação misturaram-se no fim de semana no jardim da Praça da Corujeira, onde foi dado o arranque da participação pública no projeto URBiNAT de criação de "corredores saudáveis".

O projeto, que está a ser implementado exclusivamente na zona oriental da cidade, combina perspetivas ambientais, urbanísticas e de coesão social, assentando em soluções com base na natureza (NBS - Nature Based Solutions) para melhorar a qualidade de vida das populações locais.

A estratégia, em que o Porto está associado com várias instituições, tem como principal objetivo desenvolver corredores saudáveis entre os bairros do Cerco, Lagarteiro e Falcão, bem como a ligação desta área com as adjacentes, estimulando o movimento de pessoas através de espaços de circulação agradáveis, concebidos e implementados com a comunidade local e inspirados pela natureza.

Daí que o evento de lançamento, no fim de semana, tenha reunido moradores da zona e não só, além do o presidente da Junta de Freguesia de Campanhã, Ernesto Santos, e do vice-presidente da Câmara do Porto, Filipe Araújo, que tem o pelouro da Inovação e Ambiente, num programa divertido e de troca de ideias. Com a ajuda do URBiNAT, pretende-se ligar a zona oriental da cidade ao centro através de percursos pedestres, pequenos jardins de proximidade, hortas ou outras soluções verdes, facilitando a vida dos residentes e atraindo turistas e visitantes.

Ao longo do dia, passaram pela Praça da Corujeira mais de duas centenas de pessoas que quiseram partilhar com a equipa do projeto a sua perspetiva sobre a freguesia, as suas expectativas e os seus sonhos.

O URBiNAT é um projeto europeu financiado que decorrerá até 2023 e tem como prioridade o desenvolvimento de corredores saudáveis em sete cidades europeias (entre as quais o Porto, que é uma das cidades líderes) através de uma regeneração urbana inovadora e inclusiva, a partir do co-construção e co-implementação de soluções baseadas na natureza, envolvendo a comunidade local.

Integram a equipa do URBiNAT a Câmara do Porto, a Domus Social EM, o CIBIO - Centro de Investigação de Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade Porto, o GUDA (Atelier de Design, Lisboa) e o CES (Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra).

Saiba ainda mais em https://urbinat.eu/.