Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Contas à Porto 2020 saem do papel e ficam à vista de todos nas ruas da cidade
06-11-2019
O orçamento municipal para 2020 saiu para as ruas e está, a partir de hoje, explicado numa série de mupis um pouco por toda a cidade. A campanha de comunicação "Contas à Porto 2020" pretende dar a conhecer aos portuenses quais os valores de investimento envolvidos nas grandes obras e eixos estratégicos da ação governativa independente, que se conciliam com endividamento zero, a começar o próximo ano.

São mais de uma centena de mupis, com oito mensagens distintas. Todos contendo informação relevante sobre os principais projetos do Executivo de Rui Moreira, que terão impacto na vida da cidade e dos seus moradores em 2020 e nos anos seguintes.

A iniciativa é inédita e pretende, também, aproximar as decisões políticas dos eleitores do Porto, explicando onde é que o investimento municipal está a ser aplicado, agora que o Município não tem dívida à banca e, por consequência, zero juros para pagar.

A obra de restauro do Mercado do Bolhão, a construção do Terminal Intermodal de Campanhã, o investimento municipal em habitação social, aliado aos projetos de habitação acessível em parceria com investimento privado, ou ainda a requalificação do Pavilhão Rosa Mota, onde a Câmara do Porto não gastou um cêntimo, e a duplicação do Parque Oriental são algumas das mensagens por detrás daquele que é o maior orçamento municipal de sempre, de 315 milhões de euros.

A campanha surge imediatamente depois de o orçamento do Executivo ter sido aprovado, na passada segunda-feira, pela Assembleia Municipal.