Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Conselho Municipal de Juventude faz balanço do ano e fica a conhecer as políticas nacionais do setor
24-02-2020
O Secretário de Estado da Juventude e Desporto foi convidado a apresentar as políticas nacionais de juventude ao Conselho Municipal da Juventude do Porto, que reuniu para fazer o balanço de 2019, no passado fim de semana, no Teatro Municipal Rivoli.

No ano em que celebra 20 anos, o Conselho Municipal da Juventude aproveitou a primeira reunião para apresentar o relatório de atividades referente a 2019, tendo a vereadora da Juventude e Desporto, Recursos Humanos e Serviços Jurídicos, Catarina Araújo, evidenciado o registo de um aumento de atividades e o contacto com novos públicos.

Além disso, este Conselho Municipal incluiu novos conselheiros durante o ano de 2019, totalizando 75 organizações, e aumentou o envolvimento dos mesmos na definição e condução das agendas de trabalho.

Entre o trabalho realizado pela Câmara do Porto e agora sistematizado na apresentação ao Conselho está o reforço de projetos emblemáticos como o Debate a Tua Cidade, Capacita.te, Empreende Jovem, Mostra Nacional de Ciência, Mostra Nacional de Jovens Empreendedores, Porto Acolhe, Porto de Partida, Dia Internacional da Juventude ou Dia do Associativismo Jovem. Além disso, inaugurou o Centro Português de Informação Juvenil e participaçou no 7.º Ciclo de Diálogo com a Juventude da União Europeia.

Refiram-se ainda a intensificação do apoio às organizações locais de juventude e as parcerias estratégicas com a Federação Académica do Porto, Federação das Associações Juvenis do Distrito do Porto, Federação Nacional das Associações Juvenis, Instituto Português do Desporto e Juventude e Fundação da Juventude, entre outras.

O relatório de atividades, a aposta do Município na área da juventude e as novas dinâmicas foram positivamente recebidas pelos conselheiros, que realçaram a evolução, a criação de oportunidades para os mais jovens e a vontade de continuar a explorar modelos de participação jovem e sinergias para envolver as organizações locais de juventude na implementação das políticas e programas de juventude do Porto.

Entretanto, a presença do Secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo, e do Diretor-regional Norte do Instituto Português do Desporto e Juventude, Vítor Dias, permitiram criar um espaço de diálogo sobre as políticas nacionais de juventude e principais medidas do Orçamento de Estado para os jovens.

Numa sessão interventiva, foi enaltecida a influência de Portugal no contexto das políticas de juventude, recordando-se a importância das conferências mundiais de ministros de Juventude e fóruns de juventude de 1998 e 2019, que originaram o Dia Internacional da Juventude e a Declaração Lisboa+21. Foram também debatidas as medidas previstas para a modernização administrativa, colaboração com autarquias e comunidades intermunicipais, digitalização, participação jovem, informação juvenil, apoio ao associativismo jovem, voluntariado jovem, capacitação das associações de estudantes, empregabilidade jovem, habitação jovem, alojamento estudantil, incentivos à formação superior e aprendizagem ao longo da vida, e mobilidade urbana.

A importância de trabalhar a participação jovem e as aprendizagens para a cidadania ativa foram reforçadas pelo Secretário de Estado da Juventude e Desporto, que irá dedicar um roteiro às associações de estudantes e associações académicas.

A vereadora Catarina Araújo aproveitou a reunião para dinamizar o primeiro momento de auscultação ao Conselho Municipal da Juventude, no âmbito da construção do Plano Municipal da Juventude 4.0, anunciando a vontade de corresponsabilização desse Conselho pela construção, implementação e avaliação da nova estratégia de juventude do Porto.