Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Conferência teatral explica aos jovens o que é a beleza segundo Jean-Luc Nancy
02-05-2018
O Cultura em Expansão inicia no próximo fim de semana a apresentação de um projeto teatral que assenta na tentativa do filósofo francês Jean-Luc Nancy para fazer compreender o conceito de beleza.

O que é a beleza? Como se explica a crianças e jovens o que é a Beleza? Foi esse o desafio a que Jean-Luc Nancy, professor emérito da Universidade de Estrasburgo e com vasta obra publicada em português, tentou responder numa pequena conferência que passou depois a livro ("Beleza. O Que É, Como Se Faz").

Essa conferência é recuperada pelos artistas Maria Duarte, Gonçalo Ferreira de Almeida e João Rodrigues, no âmbito do projeto "Viagens" do Cultura em Expansão, às 16 horas do próximo sábado, dia 5, no Auditório da Junta de Freguesia de Paranhos; às 16 horas de domingo, dia 6, na Associação de Moradores do Bairro Social da Pasteleira - Previdência / Torres; e novamente no sábado dia 12 às 16 horas, na Associação de Moradores da Lomba, e às 21,30 horas, no Mira Forum. Recorrendo às dinâmicas naturais da representação e ao texto da conferência de Nancy, questiona-se e argumenta-se o que é o belo, uma ideia aparentemente simples, mas tão difícil de definir e caracterizar.

"A beleza absoluta manifesta-se em muitas coisas belas e em muitas pessoas belas, ainda que não possamos dizer nunca que esta coisa, esta pintura, esta música ou esta pessoa é a própria beleza. Ao mesmo tempo todos sabemos que só falamos de qualquer coisa de belo porque sabemos o que é a beleza. Ouvindo-me falar, diriam talvez que não é verdade, que não sabem de todo o que é a beleza. Pensam talvez que de qualquer maneira a beleza é muito relativa, que cada um tem a sua definição de beleza, vocês acham isto belo mas um outro não, ou então vocês acham isto belo num dia mas não no seguinte, que o que é belo na China não o é em África nem na Europa. Não é verdade, nós sabemos o que é a beleza. Gostaria de tentar mostrar-vos que vocês sabem, que todos nós sabemos." - Jean-­Luc Nancy.

Gonçalo Ferreira de Almeida, licenciado em Teatro, pela Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa, é membro do Projecto Teatral e autor e intérprete dos solos Maria Bakker, Dobro, Royal Box e Anita O'Day.
João Rodrigues tem o curso de Realização Plástica do Espectáculo e licenciatura em Gestão das Artes na Cultura e na Educação. Integrou o Teatro da Garagem e participa, desde 1994, nos trabalhos do Projecto Teatral, do qual é cofundador. Atualmente, trabalha também na área da produção gráfica e desenvolvimento de projetos culturais.
Maria Duarte, licenciada em Direito, tem igualmente o Curso de Atores e é Mestre em Cultura Contemporânea. Trabalha em teatro desde 1988, tendo desenvolvido trabalho regular com a companhia Projecto Teatral, da qual é cofundadora. Leciona Interpretação, na Escola Superior de Teatro e Cinema.
//
- sábado, 5 de maio
Rua Álvaro de Castelões, 811
- domingo, 6 de maio
16h00 - Associação de Moradores do Bairro Social da Pasteleira - Previdência / Torres
Rua Gomes Eanes de Azurara, 129
- sábado, 12 de maio
Rua de Vera Cruz, 24A
21h30 - Mira Forum
Rua de Miraflor, 155

Entrada livre