Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Conferência (D) de Eficiência revela resultados do projeto piloto e lança a 2.ª edição da iniciativa
30-09-2020

A conferência "Desconfinar é para todos: confia na diversidade", realizada nesta manhã no auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett, marcou o arranque da 2.ª edição do projeto "(D) de Eficiência", que visa a integração profissional de pessoas portadoras de deficiência no mercado do trabalho. Na sessão, transmitida em direto na página do Facebook da Câmara do Porto, foi realizado um balanço da primeira remessa, que se revelou um sucesso, e refletiu-se ainda sobre os desafios que a atual situação de pandemia acarreta na contratação destes profissionais.


A iniciativa, que ganhou vida em 2019 pelas mãos do Município do Porto, através da Cidade das Profissões, em parceria com o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), a Associação Empresarial de Portugal (AEP), a Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC), a Associação Salvador, o Instituto Politécnico do Porto, a Universidade do Porto e a Aliados Consulting, procurou fomentar o networking e sensibilizar para a integração de profissionais com deficiência e incapacidade no mercado do trabalho.

Com transmissão via streaming na página do Facebook da Cidade das Profissões, o certame apresentou os resultados e o impacto da primeira iniciativa, numa sessão que contou com a presença do vereador da Habitação e Coesão Social da Câmara do Porto, Fernando Paulo.

Na abertura da sessão, o vereador ressalvou a importância e o sucesso do projeto piloto, considerando que nesta 2.ª edição os desafios serão acrescidos devido ao panorama atual de pandemia.

"Se no passado a integração das pessoas com deficiência era difícil, hoje, com a situação que vivemos, com alguma recessão que se avizinha do ponto de vista social e com aquilo que é também o criar das condições e de todas as adaptações que é necessário muitas vezes para postos de trabalho, naturalmente que o desafio é maior, mas isto não desincentiva a equipa, nem os nossos parceiros".

Ao longo da conferência, foi possível ouvir ainda intervenções de representantes das várias entidades envolvidas no projeto, bem como dos casos de sucesso de integração profissional de candidatos que participaram na primeira iniciativa.

O projeto, que arrancou em setembro do ano passado, desenvolve-se numa dupla vertente, que engloba candidatos a emprego com deficiência e incapacidade e organizações empregadoras, permitindo, por um lado, a capacitação de recursos para o desenvolvimento das suas competências e ferramentas de empregabilidade, com vista à futura integração profissional; e, por outro, informar e sensibilizar as empresas para os benefícios da integração, nas suas equipas de trabalho, de pessoas com deficiência e incapacidade.



Procurando facilitar a aproximação destes candidatos ao mercado do trabalho, foram realizadas três iniciativas exclusivamente destinadas a empregadores e parceiros das entidades que compõem o grupo de trabalho: D de Dinamismo, cerimónia de lançamento do projeto; D de Diversidade, conferência sobre a diversidade no recrutamento; e D de Diferença, sobre as boas práticas de gestão de pessoas de empresas inclusivas.

Com o objetivo de potenciar o desenvolvimento pessoal e profissional dos candidatos com deficiência ou incapacidade, foi organizado ainda um programa de capacitação, composto por dez sessões, nas quais participaram 17 candidatos.

O programa culminou com a iniciativa "Dia D de Eficiência", que resultou na realização de entrevistas de emprego de curta duração com empresas de referência no país, mediante o perfil do candidato e as necessidades da empresa; e posterior feedback dos recrutadores em relação ao desempenho dos candidatos em situação de entrevista. No decorrer desta última ação, foram integrados seis candidatos em empresas presentes na iniciativa.

A primeira edição do projeto "(D) de Eficiência" reuniu um total de 14 iniciativas, nas quais participaram 294 pessoas, e contou com a colaboração de algumas empresas parceiras: Adecco, Faurecia, Grupo Ibersol, Grupo Pinto & Cruz, Grupo Salvador Caetano, Grupo Trivalor, Mindera, Randstad e Sonae Capital.

A próxima iniciativa da 2.ª edição do projeto está agendada para o dia 3 de dezembro.

Assista aqui à conferência transmitida no Facebook da Cidade das Profissões.