Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Concurso para concessão de mobiliário urbano e publicidade será anulado devido à pandemia
23-03-2020

O concurso para a concessão de espaço publicitário no mobiliário urbano da cidade do Porto vai ser anulado, segundo revelou hoje o presidente da Câmara durante a reunião privada de Executivo. Na agenda da reunião estava uma proposta de alargamento do período de perguntas e respostas do concurso, ato proposto pelo júri do concurso e que necessitava da ratificação formal do Executivo.


Contudo, durante a reunião, Rui Moreira divulgou que, face à crise internacional já instalada no mercado publicitário devido à pandemia da COVID-19, informou que levará a uma próxima reunião a decisão de anular o concurso.


O presidente da Câmara entende que apenas com a revisão do estudo económico elaborado pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto (FEP) e apenas após consolidado o quadro que resultar da crise económica e financeira que se seguirá à pandemia, será possível lançar um concurso realista em condições vantajosas para o Município.
Com efeito, o exigente caderno de encargos que a Câmara do Porto colocou a concurso, nomeadamente quanto à tecnologia que exigia aos concorrentes em abrigos de transporte público e mupis, pedia avultados investimentos aos concorrentes que, no quadro de incerteza económica atual e com a volatilidade que apresenta o mercado publicitário, não estariam em condições de fazer.


Segundo o presidente da Câmara, após a crise pandémica e uma vez estabilizado o mercado, será lançado novo concurso, já tendo em conta o novo quadro económico nacional e internacional.