Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Concurso Nacional de Leitura leva 509 alunos de 127 escolas à Biblioteca Municipal Almeida Garrett
09-05-2017
Espetáculos, formação em Leitura em Voz Alta, mensagens de escritores, visitas guiadas a exposições integram o programa da fase regional do Porto do Concurso Nacional de Leitura (CNL), que decorre na Biblioteca Municipal Almeida Garrett (BMAG), nesta quarta-feira.

A 11.ª edição da fase regional do CNL prolonga-se por todo o dia e junta 509 estudantes do 3.º ciclo e do ensino secundário de 127 escolas da Área Metropolitana do Porto.

Desde 2006, já participaram mais de 3400 alunos do 3.º ciclo e do ensino secundário do distrito do Porto, sendo este ano a primeira vez que os concelhos da Área Metropolitana do Porto são abrangidos. 

O Porto tem-se destacado a nível nacional, não só por ter a única biblioteca municipal a organizar todas as edições do CNL - 11 edições consecutivas - como por fidelizar e conquistar, ano após ano, um cada vez maior número de alunos e escolas.

Atraente também, para alunos e professores, é o programa cultural, que integra espectáculos, formação, leituras encenadas, visitas a várias exposições, assim como a leitura de mensagens escritas por vários autores. Os selecionados deste ano foram Isabel Allende ("O meu país inventado") e Vergílio Ferreira ("Aparição"), para o ensino secundário, e Afonso Cruz ("O pintor debaixo do lava-loiças") e Margarida Fonseca Santos ("Bicicleta à chuva"), para o 3.º ciclo.

Quanto ao concurso em si, o tema escolhido para esta edição foi a Esperança.
As provas escritas, a corrigir no dia, incluem 40 questões de escolha múltipla (20 questões por livro) e uma pequena pergunta de desenvolvimento, de caráter obrigatório, sendo a duração de 30 minutos. Serão apurados os cinco melhores classificados por ciclo de ensino para a prova oral, a qual decorre durante a tarde e é pública.

O vencedor de cada ciclo de ensino ganhará um prémio em livros no valor de 200 euros e o aluno classificado em 2.º lugar receberá um prémio em livros no valor de 100 euros, em ambos os casos oferecidos pela Porto Editora.

O júri é presidido pelo professor universitário e escritor José António Gomes, pela diretora da BMAG, Maria João Sampaio, e por Carla Teixeira, bibliotecária responsável pelo Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares.

O programa paralelo da jornada tem início pelas 10 horas (e repete de meia em meia hora até às 12) com visita guiada à exposição de arte contemporânea patente na Galeria Municipal do Porto, "Quote/ Unquote. Entre Apropriação e Diálogo". Das 10,40 horas e até às 16,20 horas, realiza-se uma oficina de formação em leitura em voz alta, orientada por Nuno Meireles, na Sala do Conto. 
Às 11,30 horas, a companhia Teatro do Filósofo com o Parvo atado ao pé apresenta o espetáculo: "Pera onde vaz Brísida Vaz?", uma adaptação de Gil Vicente por Nuno Meireles e Margarida Fernandes (sessão para os participantes do 3.º ciclo), repetindo às 12,30 horas (para os participantes do ensino secundário).

O CNL é uma organização que congrega vários parceiros institucionais, designadamente o PNL - Plano Nacional de Leitura, a DGLAB - Direção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas, a RBE - Rede das Bibliotecas Escolares, o Instituto Camões, a DGAE - Direção-Geral da Administração Escolar, a RTP1 e 17 autarquias de Portugal Continental e Ilhas.

Várias entidades patrocinam esta iniciativa, como a Porto Editora, a Visão, a Unicer, a Imprensa Nacional Casa da Moeda e o Turismo do Porto.
Todos os alunos e escolas receberão livros oferecidos pelos editores.