Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Começou a empreitada que dará dois sentidos à Rua de Camões para escoar mais trânsito da Baixa
26-03-2019
A empreitada de beneficiação da Rua de Camões, que passará a ter dois sentidos de circulação automóvel, teve início nesta terça-feira, 26 de março, e vai traduzir-se em melhorias substanciais ao dar um grande contributo para o escoamento do trânsito de saída da Baixa.

Com efeito, os trabalhos vão permitir a criação de uma alternativa à Rua de Faria de Guimarães para os automóveis que se dirijam para Norte, sendo que as melhorias serão significativas tanto para os que sigam para a Via de Cintura Interna como para os que pretendam seguir para a zona do Marquês, Costa Cabral ou Latino Coelho e ainda para os que tenham como trajeto a Rua da Constituição em direção a Poente.

A obra vai ser dividida em três fases e visa, essencialmente, a implementação de um novo esquema de circulação de trânsito que permita contrariar o crónico congestionamento de algumas ruas do centro da cidade.

Com a introdução do duplo sentido na Rua de Camões, a partir do viaduto de Gonçalo Cristóvão, e também na Rua de Damião de Góis, entre a Rua de São Brás e a Rua de Antero de Quental, o Município pretende estimular a adoção de novos comportamentos junto dos automobilistas.

Assim, a via de subida pela Rua de Camões terá como destino privilegiado a zona Norte/Amial e Poente/Boavista (via Constituição), enquanto que a Rua de Faria Guimarães terá como destino indicado a zona Norte/VCI-Asprela e Nascente/Marquês-Antas.

A autarquia prevê que, com esta mudança, se verifique uma redução de cerca de 30% no volume de tráfego na Rua de Faria Guimarães, o que terá como efeito uma maior fluidez neste eixo e, consequentemente, menos congestionamento e menor sinistralidade rodoviária. 

Início da obra

A empreitada de "Beneficiação das Ruas de São Brás, Damião de Góis, Camões e outras" é gerida pela GO Porto - Empresa Municipal de Gestão e Obras do Porto e tem uma duração prevista de 240 dias.

A intervenção incidirá, sobretudo, na realização de acertos pontuais nas zonas de passeio e na substituição integral do pavimento da faixa de rodagem.

Nesse âmbito, e quando as obras terminarem, serão plantadas três novas árvores junto ao entroncamento da Rua de Camões com a Rua do Dr. Alfredo Magalhães, sensivelmente no mesmo local em que os trabalhos implicam o abate de uma magnolia grandiflora de folha persistente e que, dessa forma, será compensada a triplicar.

As primeira e segunda fases da empreitada iniciada nesta terça-feira decorrem na Rua de Damião de Góis, entre as ruas de São Brás e de Antero de Quental; na Rua de João Pedro Ribeiro, no troço entre a Rua de São Brás e a Travessa da Senhora da Conceição; na Rua de São Brás, no eixo que vai desde a Rua de Damião de Góis até à Travessa de Antero de Quental; na Rua de Camões, na parte entre a Rua de João das Regras e a Rua de Gonçalo Cristóvão; na Rua de Fonseca Cardoso, entre as Ruas de João das Regras e das Musas.

As obras vão decorrer em período diurno, com exceção da pavimentação nos cruzamentos, que será realizada em período noturno. A circulação de trânsito manter-se-á ativa, sendo o impacto das intervenções minorado com alguns condicionamentos de trânsito assinalados no local.

Após a conclusão da primeira e segunda fase da obra, a empreitada avança para outro troço da Rua de Camões.