Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Cláudia Varejão é a artista convidada do festival de cinema Family Film Project
14-10-2019
O 8.º Family Film Project - Festival Internacional de Cinema de Arquivo, Memória e Etnografia começa hoje e, durante a uma semana, desdobra por vários espaços da Baixa um programa que tem o foco na artista Cláudia Varejão.

A realizadora portuense está mesmo presente nesta noite no Trindade, onde será exibido o seu "Ama-San", e na sessão de encerramento, na noite da próxima sexta-feira, no Passos Manuel, para apresentar a trilogia de curtas-metragens "Fim-de-semana", "Um dia frio" e "Luz da manhã". Ao longo da semana, será também visionado "No escuro do cinema descalço os sapatos". 

Visando homenagear o registo criativo da memória, o experimentalismo da imagem, o cinema da intimidade e o olhar antropológico, o Family Film Project apresenta sessões competitivas, masterclasses, eventos performativos e vídeo-instalações.

Coproduzido pela Câmara do Porto e o Balleteatro, o festival está organizado em três zonas temáticas: Vidas e Lugares (com enfoque no registo voyeurístico, biográfico ou documental de habitats e quotidianos); Memória e Arquivo (dedicada a olhares criativos a partir de testemunhos e found footage); Ligações (centrada nas dinâmicas interpessoais e comunitárias). Há ainda um espaço dedicado aos géneros de ficção e animação, com uma seleção competitiva.

Ao todo, as secções competitivas do festival apresentam mais de duas dezenas de filmes de nacionalidades diversas, da curta à longa-metragem, do documentário ao género experimental, sempre num registo que se estende da plasticidade intimista do "home-movie" à paisagem etnográfica.