Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Cidade do Porto ganha cinco salas de apoio ao cidadão deficiente mental
17-01-2017

Foi hoje inaugurado no Porto o novo Centro de Reabilitação e Bem-Estar, Rui Abrunhosa, que inclui um tanque inovador de terapia para pessoas com multideficiência ou incapacidade. "Este é o primeiro tanque terapêutico em ambiente Snoezelen de todo o Norte de Portugal", referiu a presidente a presidente da Associação de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) do Porto, Teresa Guimarães, na cerimónia em que participaram a secretária de Estado da Inclusão das pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira e o vereador da ação social e habitação Manuel Pizarro.


O investimento total nas instalações foi de 84 mil euros, 40 mil dos quais por parte da autarquia, no âmbito do programa "Porto Solidário". A associação angariou o restante junto de outras entidades


 


O novo Centro de Reabilitação e Bem-Estar é ainda composto por um ginásio de fisioterapia e dois gabinetes de hidromassagem, está situado em Aldoar e está preparado para pessoas com multideficiência ou incapacidade, contribuindo para o seu bem-estar físico e emocional.


A construção deste centro, com desenho da autoria do Arquitecto Miguel Cardoso, implicou a remodelação de um espaço onde anteriormente existia uma piscina desativada há vários anos. "A Câmara mantém todos os anos no seu fundo de emergência social uma linha específica para apoiar as actividades ligadas às pessoas portadoras de deficiência, de onde resulta este apoio", explicou o vereador de acção social, Manuel Pizarro.


A presidente da APPACDM do Porto revelou ainda que o espaço vai crescer, com a construção de mais cinco salas, complementando assim a oferta de serviços a pessoas com atraso de desenvolvimento, deficiência intelectual ou incapacidade, o que é possível graças a um prémio atribuído pelo BPI e a que a instituição se candidatou.


 "Queremos que todos os cidadãos se sintam envolvidos. Quando pensamos na cidade do Porto pensamos na felicidade que as políticas públicas podem proporcionar", referiu Rui Moreira, na ocasião.


A qualidade do espaço e de equipamento deste Centro de Reabilitação e Bem-estar vai trazer benefícios significativos ao nível reabilitativo e terapêutico para muitas pessoas portadoras de deficiência ou incapacidade, de todas as idades. A Secretária de Estado de Inclusão de pessoas com deficiência, Ana Sofia Antunes, marcou presença na inauguração, e referiu que este espaço "é uma resposta pensada à medida das necessidades dos utentes", sublinhando a "relevância que tem o contacto com a água e de relaxamento associado a estas incapacidades para promover a qualidade de vida destas pessoas".


A APPACDM do Porto é uma Instituição Particular de Solidariedade Social que conta com 47 anos de existência nesta cidade e que apoia pessoas com atraso de desenvolvimento, deficiência intelectual ou incapacidade. Presentemente presta serviços a mais de 325 pessoas. A instituição pretende rentabilizar este espaço abrindo-o a outras instituições da área da deficiência da Cidade do Porto, e também para idosos, uma vez que as terapias oferecidas poderão ser benéficas para um processo normativo de envelhecimento.