Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Cidade atrai francesa Webhelp e assiste à criação de 350 postos de trabalho
31-05-2017

"Não basta dizer que se quer atrair alguma coisa; é preciso trabalho". A declaração foi proferida esta manhã por Rui Moreira na inauguração do escritório da Webhelp no centro empresarial Hipercentro. A instalação no Porto da empresa francesa, líder mundial na área de subcontratação de processos empresariais, foi acompanhada desde a primeira hora pela InvestPorto, gabinete municipal de apoio ao desenvolvimento económico. Surge como o mais recente exemplo de um trabalho consistente que "muitas das vezes decorre à porta fechada" e leva a resultados positivos para a cidade, realçou o presidente da Câmara.


Graças à reunião de esforços, a Webhelp encontrou as condições necessárias à sua "fácil implementação na cidade", onde se apresenta hoje com "um escritório de última produção", disse na ocasião Benoist Voidie, diretor local da multinacional.


Já com 200 colaboradores ativos, a Webhelp Porto pretende terminar o ano com mais 150 novos profissionais. Com o processo de recrutamento a decorrer, esta inauguração oficial veio reiterar a importância de um investimento que, conforme salientou Rui Moreira, emprega sobretudo portugueses (90 por cento da equipa), designadamente "filhos de emigrantes que viveram em França" entretanto regressados e que, de outro modo, seriam forçados a voltar a emigrar. Ou seja, "criam-se oportunidades".


O presidente do Município aproveitou para destacar a importância do Hipercentro, onde há algumas décadas funcionou uma fábrica têxtil, na revitalização da malha urbana. Localizado na Areosa, o centro empresarial, recordou, "foi criado por um visionário do Porto, meu antecessor, o eng.º Paulo Vallada. Ele não quis que fosse destruído; acreditava que voltaria para cá uma nova indústria. Muitos anos após a sua morte, este sonho começa a tornar-se uma realidade". A chegada de uma multinacional como a Webhlelp deixa a mensagem "a outras empresas, que poderão aqui instalar-se. É isso que queremos para a cidade" - disse ainda Rui Moreira.




Fundada há 17 anos por Fréderic Jousset e Olivier Duha com o intuito de acompanhar os consumidores e as marcas no universo difital, a Webhelp é hoje uma multinacional de subcontratação de processos empresariais (BPO) com mais de 35 mil colaboradores e 100 centros de contacto com o cliente dispersos por 28 países.


Apesar da sua dimensão e expressão global, orgulha-se de conservar a sua "agilidade de startup", como mencionou também hoje o CEO da Webhelp Portugal, Ludovic Lempire. Na ótica deste responsável, com o escritório agora inaugurado a empresa "tornou-se um ator económico" do Porto e "um ótimo trampolim para a vida ativa dos portuenses".