Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Ciclo de cinema europeu encerra hoje no Trindade com filmes de acesso livre
22-05-2019
"A Valsa de Waldheim", de Ruth Beckermann, que ganhou o prémio de Melhor Documentário no Festival de Berlim, encerra o ciclo "Europa 61-Semana de Cinema Europeu" no Trindade, pelas 21,30 horas desta quarta-feira.

No filme, Ruth Beckermann recorre ao seu arquivo e a material televisivo internacional para analisar o passado nazi do antigo secretário-geral das Nações Unidas e presidente austríaco, Kurt Waldheim. É esta a história que marca a sessão de encerramento do ciclo cinematográfico que, a poucos dias das eleições europeias, vem demonstrar a vitalidade da produção da Sétima Arte no "Velho Continente". 

A iniciativa visa celebrar os 61 anos de existência da União Europeia, inspirada no filme "Europa 51" (1952), de Roberto Rossellini, e comemorar a Europa enquanto identidade cultural, social e política. Quase todos os filmes são inéditos nas salas portuguesas.

Durante a tarde, pelas 14,30 horas, é exibido "O Emprego Dela", de Nikos Labôt, um filme que retrata a história de uma dona de casa que, para fazer face à recente crise financeira que afetou a Grécia, vai trabalhar pela primeira vez.

Às 19 horas, chega a vez do cinema finlandês com "A Leste da Suécia", de Simo Halinen, um hábil thriller que faz uma inesperada reflexão sobre a Europa contemporânea.

A programação deste último dia tem contemplada a exibição, a partir das 17 horas, de várias curtas-metragens nomeadas para os prémios BAFTA (Academia Britânica de Artes Cinematográficas e Televisivas) em 2018.

Toda a programação é de acesso livre até à lotação da sala.