Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Cibersegurança instala-se no Porto durante dois dias
19-06-2019

Um conjunto de especialistas nacionais e estrangeiros, reponsáveis académicos e políticos compõem o painel de oradores da 5.ª edição do C-Days, conferência anual de cibersegurança que decorre no Porto a 26 e 27 de junho.


Ao longo de dois dias na Alfândega, o C-Days vai focar-se nas grandes temáticas que dizem respeito, direta ou indiretamente, à segurança da informação e do ciberespaço, tendo como prioridade "reforçar os laços de confiança e conhecimento da comunidade envolvida, de forma a enriquecer o conhecimento relativamente aos conteúdos das temáticas que serão apresentadas e discutidas nas quatro salas do evento", aponta o Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS), promotor da iniciativa.


De acordo com esse organismo governamental, o tema central desta edição é "Cibersegurança e as PME", pelo que a agenda estará focada em intervenções da Academia, da indústria e do setor público


Serão também aprofundados "Cibersegurança e as empresas", "Cidades Inteligentes seguras", "Sociedades Des)informadas", "Cibersegurança e as PME - desafios e práticas empresariais", "Confiança digital para serviços energéticos", "Capacitação nacional em cibersegurança". E haverá ainda lugar para a discussão de tópicos que têm estado na ordem do dia, tais como, "Quadros de Referência em Cibersegurança" ou "Qualificações, Especialização e Investigação em Cibersegurança", entre outros. 


A iniciativa é dirigida a toda a comunidade de cibersegurança, com especial enfoque para as entidades que operam ou exercem funções com recurso às Tecnologias de Informação, tais como Chief Information Security Officers (CISO), Chief Information Officers (CIO), diretores e gestores de Tecnologias da Informação e Comunicação, membros de equipas de segurança e de resposta a incidentes (SOC e CSIRT), outros profissionais de segurança das TIC, mas também docentes, investigadores e alunos de estabelecimentos de ensino superior universitário e profissional. 


O programa completo está disponível online.