Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Cheias prováveis esta noite
10-01-2016

A probabilidade do Rio Douro galgar as margens nas zonas ribeirinhas de Porto, Gaia e Gondomar esta noite é muito elevada. A cheia poderá começar a afetar as populações a partir das 20 horas, mas a situação tende a agravar-se a partir das 23 e até às 4,30 horas da madrugada. Presidentes dos três municípios reuniram-se esta tarde no Porto, com a Secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna e com as forças de proteção civil. (INFORMAÇÃO ACTUALIZADA ÀS 18 HORAS)


Nesta altura, brigadas da Proteção Civil do Município do Porto e a Polícia Municipal avisam já as populações potencialmente afetadas, aconselhando-as a retirar os bens dos pisos térreos de algumas casas e a deslocarem os seus carros para o Parque Municipal da Alfândega, que estará aberto para o efeito. Os carros que não forem retirados serão rebocados para o mesmo local. A Proteção Civil disponibiliza também meios a quem pretender ajuda a guardar os seus bens numa sala do edifício da Alfândega, no Porto.


A situação não é, contudo, de alarme, mas de alerta, devendo atingir as suas piores consequências na zona de Miragaia, onde as populações já estão habituadas. Nessa zona, prevê-se que a água possa subir até um metro acima da soleira da porta.


A Câmara do Porto aconselha a que as populações das zonas ribeirinhas se mantenham informadas através do seu site ou através dos alertas da Proteção Civil e colaborem com as autoridades nas medidas de prevenção.


A situação está dependente da precipitação, das descargas que as várias barragens estão a fazer em Portugal e Espanha e da maré alta, prevista para as 3,15 horas da madrugada. O vento e a agitação marítima, de 4,5 metros de altura podem ser fatores agravantes e a Câmara do Porto decidiu, por isso, cortar o trânsito na Avenida D. Carlos.