Este website usa cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Aceitar
o portal de notícias do Porto.

Destaques

Casa da Música dá hoje as boas-vindas à Áustria como país-tema em 2018
12-01-2018
Música no Coração é o nome sugestivo do programa de abertura oficial do país-tema da Casa da Música em 2018. O Ano Áustria começa hoje com a Sinfonia n.º 7 de Bruckner, pela Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, sob a direção de Michael Sanderling, e até 21 de janeiro celebra-se a sua chegada com uma agenda especial recheada de propostas.

É a segunda vez que a CdM dedica o ano à Áustria, que já tinha sido tema em 2010, programando para 2018 as integrais das sinfonias de Anton Bruckner e dos concertos para violino de Mozart, entre outras produções. Este regresso a um mesmo país-tema, algo que acontece pela primeira vez na história da instituição, justifica-se pelo programa extenso, "quase inesgotável" dos compositores austríacos, como salientou em novembro o diretor artístico da Casa da Música, António Jorge Pacheco.

O compositor em residência deste ano é o austríaco Georg Friederich Haas, "um dos artistas europeus mais conceituados da atualidade", cuja obra é alvo de uma retrospetiva no Porto a partir deste mês. Os artistas em associação são o cravista alemão Andreas Staier e o violinista austríaco Benjamin Schmid, enquanto Gonçalo Gato se torna no jovem compositor em residência.

Depois da Sétima Sinfonia de Bruckner, logo às 21,00 horas na Sala Suggia, o programa de Abertura Oficial do Ano Áustria prossegue, neste sábado, com duas apresentações: a "Flauta Mágica Vista da Lua" (16,00 horas), uma proposta do Serviço Educativo para redescoberta da famosa ópera de Mozart, e "Ecos de Viena" (18,00 horas), com o Coro Casa da Música a interpretar uma coletânea das mais belas canções corais do repertório austríaco.

No domingo, 14 de janeiro, regressa a Sinfonia N.º 7 de Bruckner, mas em concerto comentado (12,00 horas), ou seja, a música e seu universo são contextualizados pelo compositor Daniel Moreira. À tarde (18,00 horas) realiza-se o concerto "A Viagem de Inverno", de Schubert, com o tenor João Terleira e o pianista Luís Duarte, dois novos talentos.

Após um concerto no dia 16, ao final da tarde, pelo Quarteto de Cordas de Matosinhos, entre 18 e 21 de janeiro decorre a iniciativa Casa Aberta, o que se traduz na entrada livre em vários momentos e atividades: poderá assistir-se a ensaios, participar em workshops, visitar palcos e bastidores.

No dia 19 as formações residentes Orquestra Sinfónica do Porto e Coro juntam-se em "Te Deum" de Bruckner. A apresentação, que integra um elenco internacional de solistas, inclui uma versão orquestral do "Canto dos Cisnes" de Schubert e a estreia nacional de "Dark Dreams", de Georg Friederich Haas. Deste compositor em residência 2018 é também "In Vain", já considerada uma das obras-primas do século XXI, que o Remix Ensemble Casa da Música leva ao palco no dia 20.

Encerra este programa Música no Coração com... "Mozart no Coração", no dia 21 de janeiro, pela Orquestra Barroca e o Coro Casa da Música. Além de Mozart, ouvir-se-á Haydn.

Uma vez celebrada a sua abertura, o Ano Áustria estende-se por 2018. Um dos destaques vai para o concerto que já no dia 24 de fevereiro: Orquestra Sinfónica do Porto e Coro Casa da Música interpretarão o ciclo de canções "Gurrelieder", de Arnold Schoenberg, peça raras vezes tocada e em estreia no Porto.

Veja AQUI a programação 2018 da Casa da Música.